quinta-feira, 7 de Novembro de 2013 09:18h Redação

Em outubro de 2013 o IPCA variou 0,42% em Belo Horizonte e 0,57% no Brasil

Para mais informações sobre esse assunto veja o arquivo em anexo ou acesse a página do IBGE na Internet - www.ibge.gov.br ou diretamente na Sala de Imprensa - www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias ou www.twitter.com/ibgecomunica

Em outubro de 2013, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) apresentou variação
de 0,42% na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e 0,57% no país. Com isso, os resultados
acumulados nos dez primeiros meses de 2013 atingiram 4,36 e 4,38%, respectivamente. Já os resultados
acumulados em 12 meses foram 5,50 e 5,84%.
Na comparação com as demais Regiões Metropolitanas, A RMBH apresentou a 2ª menor elevação
mensal em outubro, superando Salvador (0,14%), situação que se repetiu no o resultado acumulado em 12
meses, com a capital baiana apresentando uma variação de 4,71%.
Na RMBH, no mês de outubro, quatro dos nove grupos apresentaram elevações de preços mais
elevadas do que no mês anterior, com destaque para os grupos Alimentação e bebidas, que passou de
0,17% em setembro para 0,93% em setembro e Vestuário, que passou de 0,17% para 0,92%

No grupo Alimentação e bebidas, o subgrupo alimentação no domicílio variou 0,94% enquanto a
alimentação fora do domicílio aumentou 0,90%. Dentre os 15 subitens de maior peso na alimentação no
domicílio (cerca de 57% do total desse subgrupo), 12 apresentaram aumento e 3 mostraram queda

No grupo Vestuário destacaram-se os itens roupa feminina (+1,70%), roupa infantil (+1,26%) e
joias e bijuterias (+1,23%). Embora com variação inferior a do mês de setembro, o grupo Artigos de
residência continua com variação elevada (tabela 1), com destaque para os itens utensílios e enfeites
(+2,90%) e móveis e utensílios (+1,20%).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.