quarta-feira, 17 de Outubro de 2012 09:50h Atualizado em 17 de Outubro de 2012 às 09:51h. Gazeta do Oeste

Em um mês de operação, frescão acelera em Belo Horizonte

Viagens promissoras no aniversário de um mês do sistema executivo de transporte público de Belo Horizonte, o frescão. Há 30 dias em funcionamento, as linhas pioneiras S01 (Savassi-Cidade Administrativa) e S02 (Savassi-Buritis) viram o número de passageiros triplicar nas três primeiras semanas de operação. De 400 usuários/dia, os ônibus passaram a transportar 1,2 mil pessoas diariamente. “A demanda tem sido crescente a cada semana”, garante o diretor de Desenvolvimento e Implantação de Projetos da BHTRans, Daniel Marx.

 

Ainda assim, a ocupação não passa da metade da capacidade de transporte. No percurso para o Buritis, chega a 50%, enquanto no trecho para a nova sede do governo do estado está em 30%. Para a empresa que gerencia o trânsito na capital, os números são animadores, já que a ocupação era um terço da atual na inauguração. Apesar disso, há resistência no sentido Cidade Administrativa devido às obras na Avenida Cristiano Machado.

 

Entre os que tomaram gosto pelo frescão estão passageiros que migraram do sistema convencional e outros que admitem estar deixando o carro em casa para se livrar do caos no trânsito. O motivo da troca é visível durante as viagens. Com temperatura agradável, graças ao ar condicionado, os passageiros seguem todos sentados em poltronas confortáveis com cinto de segurança. Aproveitam a tranquilidade para assistir a programação de TV, ler revista, navegar na internet, adiantar os compromissos de trabalho no lap top ou tirar uma soneca. Benefícios impagáveis para quem diariamente precisava enfrentar o desgaste diário de longos congestionamentos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.