segunda-feira, 30 de Setembro de 2013 10:32h

Emater-MG e Embrapa apresentam o tomate tecnicamente cultivado, livre de agrotóxicos, em Dia de Campo em Jequitibá

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), realizam no dia 1º de outubro o Dia de Campo do Tomate Tecnicamente Cultivado (Tomatec), na Fazenda Guarazinho, propri

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), realizam no dia 1º de outubro o Dia de Campo do Tomate Tecnicamente Cultivado (Tomatec), na Fazenda Guarazinho, propriedade de Gilmar Rodrigues Soares, em Jequitibá, na Região Central de Minas Gerais.

O Tomatec é livre de resíduos de agrotóxicos. Por isso, o objetivo do Dia de Campo é apresentar para os agricultores familiares, produtores de tomates da região, as técnicas agroecológicas que reduzem o uso de agrotóxicos, para uma produção de tomates sem resíduos de contaminantes.

Segundo o coordenador técnico Fernando Tinoco, em Minas Gerais a produção de tomates ecologicamente cultivados se restringe, até o momento, à produção orgânica. A técnica dos tomates tecnicamente cultivados é uma inovação no estado, com a primeira experiência na Fazenda Guarazinho.

Tinoco explica que através desta inovação os consumidores terão tomates mais saudáveis, isentos de resíduos de agrotóxicos, enquanto o produtor fará menor número de pulverizações, tendo menor risco de contaminação.

Ele informa que a nova técnica também pode ser usada para alta produtividade dos tomates convencionais, destinados às grandes comercializações, e que chegam à mesa da maior parte dos brasileiros, podendo conter resíduos de agrotóxicos acima do permitido.

As técnicas programadas para demonstração no Dia de Campo são: “Manejo Integrado de Pragas”, “Condução e Manejo do Cultivo do Tomate”, “Controle Agroecológico de Pragas e Doenças”, e “Avaliação do Sistema de Produção do Tomate Tecnicamente Cultivado”.

As expectativas da implantação da inovação em Jequitibá, são as melhores. “Esperamos que os resultados laboratoriais confirmem a produção de tomates isentos de resíduos de agrotóxicos, que ela cresça e alcance os grandes produtores”, conclui Fernando Tinoco.



Assessoria de Comunicação da Emater-MG

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.