terça-feira, 6 de Janeiro de 2015 10:30h

Emater-MG mobiliza agricultores familiares para a comercialização de seus produtos potenciais

Mais de 10 mil produtores foram orientados pela Emater-MG a participarem do Programa de Aquisição de Alimentos em 2014

Estimular a comercialização de produtos da agricultura familiar no mercado institucional. Essa é uma das propostas da Emater-MG. Para isso, a Empresa tem realizado diversas ações. Entre elas está o trabalho de orientação para que os agricultores familiares participem do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Em 2014, 10.820 produtores mineiros receberam assistência da Empresa e garantiram a venda de seus produtos por meio do programa.

O PAA é uma iniciativa do governo federal e coordenado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Por meio do Programa, os alimentos produzidos pela agricultura familiar são comprados e doados a escolas públicas, creches, asilos e instituições assistenciais. Com isso, o programa contribui para a comercialização dos produtos da agricultura familiar.

O papel da Emater-MG é mobilizar e cadastrar entidades beneficiárias e agricultores familiares com potencial para comercializar; elaborar estratégias; emitir Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e Declaração de Aptidão ao Programa de Aquisição de Alimentos, prestar assistência na produção e comercialização dos produtos e orientar a gestão do Programa na organização de agricultores.

Em 2014, a Emater-MG orientou mais de 10 mil produtores em 280 municípios.

Experiência de sucesso

Há nove anos, o PAA é desenvolvido no município de Santa Bárbara do Leste, região Leste de Minas Gerais. A iniciativa, possível por meio de uma parceria entre a prefeitura e a Emater–MG, tem garantido mercado aos agricultores familiares. Somente neste ano o programa beneficiou 98 famílias, que pertencem à Associação das Mulheres Rurais do Córrego dos Ferreiras e à Associação Comunitária dos Córrego dos Ferreiras. Em média, pelo contrato assinado com a Conab, cada família recebe R$ 5.500,00 por ano.

Para a extensionista da Emater–MG, Lourdes da Glória Cardoso, o programa é importante para a “valorização das famílias, fortalecimento e crescimento das associações, aprendizagem, incentivo ao trabalho em equipe, e inserção dos produtos da agricultura familiar no mercado”. De acordo ainda com a extensionista, com o PAA “as entidades beneficiadas recebem alimentos de qualidade regularmente e sem nenhum custo”.

Os alimentos adquiridos da agricultura familiar por meio do PAA são doados a 18 entidades cadastradas em Santa Bárbara do leste e nos municípios de Caratinga e Santa Rita de Minas. Entre as instituições beneficiadas estão escolas, hospitais, creches e asilos. Os produtores fornecem hortaliças, frutas e doces. Os produtos são entregues ao Banco de Alimentos da Prefeitura de Santa Bárbara do Leste, que depois os repassa às entidades beneficiadas do município.

Os bons resultados do PAA em Santa Bárbara do Leste têm estimulado a participação de mais produtores. De acordo com a Emater–MG, em 2015, a expectativa é que mais duas associações forneçam alimentos para o programa. Outro objetivo é obter autorização para que os produtores comercializem por meio do PAA produtos de origem animal.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.