sexta-feira, 14 de Agosto de 2015 13:07h

Empresário recebe título de cidadão honorário de Minas

Cearense foi homenageado na Reunião Especial de Plenário da noite desta quinta-feira (13)

Na noite desta quinta-feira (13/8/15), o Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) promoveu uma Reunião Especial para entregar o título de cidadão honorário do Estado ao empresário cearense Anastácio Mileno Freire Bandeira, fundador da empresa Toner Print Papelaria e Serviços Ltda.

O autor do requerimento para a homenagem, o ex-deputado Rômulo Veneroso, lembrou que Anastácio saiu do Ceará e chegou a Minas Gerais nos anos 1970 e “passou a ser uma pessoa que nos ensina a ser mineiros”. “É uma pessoa que ama, que se dedica a Minas Gerais, que gosta, que tem entusiamo”, afirmou Rômulo Veneroso.

Em seu discurso, o homenageado afirmou que escolheu “estas míticas terras de muitas minas e montanhas" e se juntou a este povo que o acolheu "com generoso carinho”. “Sonhei com os cenários de Minas, com sua literatura, sua poesia, suas montanhas e as cores deste Belo Horizonte”, disse Mileno. “Aqui estou há 46 anos feliz por amar esta terra e com essa gente ter firmado laços profundos de amizade, admiração e respeito”, completou.

Presidindo a solenidade, o deputado Gustavo Valadares (PSDB) reforçou que a história de Anastácio Mileno Freire Bandeira traz muitos ensinamentos, “seja pelo seu profissionalismo e seu senso de cidadania, seja pela coragem com que construiu sua carreira e acreditou na mudança e em dias melhores ao deixar sua terra e vir desbravar nossas alterosas”. Segundo Valadares, a honraria se faz justa pela dedicação ao trabalho, à família e aos amigos. “Se mineiro de coração já o é, a partir de hoje torna-se um mineiro de direito, a quem poderei chamar de conterrâneo”, saudou.

O homenageado - Anastácio Mileno Freire Bandeira é bacharel em Administração de Empresas pela Fumec e empresário, atuando desde 1998 no ramo de reciclagem de cartuchos para impressoras, a partir da fundação de sua própria empresa - a Toner Print Papelaria e Serviços Ltda, com sedes em Betim e Belo Horizonte. Em 2015, ele e a esposa foram escolhidos para apadrinhar a Orquestra Minas Barroca.

No ramo empresarial, antes de se estabelecer na Toner Print, atuou como diretor-administrativo financeiro do Grupo H. Picchioni Corretora de Câmbio e Valores durante 13 anos. Além disso, na década de 1980, foi sócio-fundador da Serviços de Comércio Exterior Ltda. (SCE).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.