terça-feira, 29 de Outubro de 2013 10:30h

Empresas de Santa Rita do Sapucaí preveem expansão, informa o Diário do Comércio

De acordo com reportagem do jornal, a receita do polo mineiro deve crescer até 10% e somar R$ 2,2 bilhões neste ano

Apesar de algumas das 150 empresas do Vale da Eletrônica, em Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas, estarem descapitalizadas, em consequência das oscilações do dólar nos últimos meses, as expectativas ainda são positivas para este ano, segundo informa o jornal Diário do Comércio. Em entrevista ao jornal, o presidente do Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Vale da Eletrônica (Sindivel), Roberto de Souza Pinto, diz que o faturamento em 2013 deve chegar a R$ 2,2 bilhões, “o que representará crescimento de 8% a 10% em relação ao exercício anterior”.

Com a alta os empresários tiveram que tirar do capital de giro para compensar a elevação dos preços de insumos importados, já que a vigência dos contratos é de cerca de 120 dias, ainda de acordo com a reportagem. “Com o custo de importação acima do valor da tabela, e com o comportamento do mercado brasileiro, resistente à remarcação de preços, o faturamento será menor do que o esperado”, complementa o Diário do Comércio. “Vendemos para 42 países e somos os maiores exportadores de aparelhos de transmissão digital do mundo”, disse Roberto de Souza Pinto em entrevista ao jornal.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.