terça-feira, 10 de Novembro de 2015 10:53h

Empresas e pesquisadores mineiros recebem incentivos para inovação

Programa Inventiva apoia projetos de tecnologia inovadora em Minas Gerais, que contam com o financiamento do BDMG

Os pesquisadores mineiros têm até o dia 31 de dezembro deste ano para enviar à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) as suas propostas para a construção de protótipos de produtos inovadores.
O Programa Inventiva tem o objetivo de promover produtos e serviços que possam ser absorvidos pelo mercado nacional e também no exterior e conta com o apoio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). Tanto a micro e pequena empresa como o pesquisador autônomo podem ser beneficiados pelo Inventiva, assim como o inventor vinculado a instituições de ensino. Os projetos receberão recursos de até R$ 50 mil.

“Como instituição pública, nosso objetivo ao estimular a competitividade de empresas inovadoras é colaborar para o lançamento de produtos e serviços inteligentes que diversifiquem a economia e melhorem o dia a dia das pessoas”, afirmou Carlos Fernando Vianna, diretor de Negócios do BDMG.

As propostas serão avaliadas somente após a comprovação de que já tenham o Depósito de Pedido de Patente no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), conforme uma das regras do regulamento do programa.

Desde 2007, o Inventiva destinou mais de R$ 1 milhão para 38 projetos inovadores. Além da parceria entre o BDMG e a Fapemig, o programa conta com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL/Fiemg).

O regulamento do programa está disponível no site do BDMG. Dúvidas podem ser enviadas para a Central de Informações da FAPEMIG pelo e-mail: ci@fapemig.br.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.