quarta-feira, 15 de Abril de 2015 13:39h

ENCONTRO DISCUTE AÇÕES E PARCERIAS PARA FORTALECER O SETOR RURAL EM MINAS GERAIS

Debater ações voltadas para a extensão rural e assistência técnica aos produtores rurais mineiros e criar oportunidades de cooperação entre órgãos dos Governos Estadual e Federal

Esse foi o objetivo do Painel “Diálogo Institucional”, realizado nesta terça-feira, 14, pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater–MG). A Empresa, que está presente em 789 municípios de Minas Gerais e atende 400 mil famílias de agricultores, busca intensificar as atividades através de parceria com entidades do setor.

De acordo com o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, João Cruz Reis Filho, este é apenas o começo de um diálogo entre as instituições. “Um dos principais problemas do setor é o desalinhamento entre programas e políticas públicas, o que causa um grande prejuízo aos produtores rurais. Este é o começo de um longo diálogo que visa fortalecer as cadeias produtivas e beneficiar aquele que é o maior alvo das nossas ações, o produtor”, garante.

Segundo o presidente da Emater–MG, Amarildo Brumano Kalil, a iniciativa faz parte da estratégia do Governo de Minas Gerais de alinhar as atividades entre instituições do Estado e intensificar a cooperação com órgãos do Governo Federal. “O objetivo é estreitar o diálogo com as entidades parceiras e estruturar uma agenda de atividades que atenda aos grandes temas e desafios da agropecuária mineira. É importante ampliar o tratamento das questões do campo e aprimorar os serviços prestados”, destaca.

O diretor Técnico da Emater–MG, João Silveira D'Angelis Filho, ressalta os desdobramentos do evento e aponta alguns desafios que precisam ser superados através de parceria com outras entidades. “Minas Gerais é um Estado que possui uma grande diversidade e complexidade rural. As parcerias são fundamentais para superar os desafios. Vamos estender a discussão para todas as regiões do Estado e buscar soluções para temas extremamente importantes, como criar uma agenda de gestão e mercado para ampliar as oportunidades de comercialização e atender setores mais fragilizados da agricultura, como na Região Norte e nos Vales do Jequitinhonha e Mucuri”, reforça.

Para o secretário de Agricultura Familiar do Ministério de Desenvolvimento Agrário, Onaur Ruano, é preciso fortalecer a ação em determinadas áreas que necessitam de assistência técnica e extensão rural. “O diálogo é fundamental para elaborar um planejamento que seja alinhado com as atividades desenvolvidas pelas entidades do setor. Determinadas áreas necessitam da ação extensionista, de programas e projetos. Com um planejamento conjunto podemos superar os desafios”, afirma.

Para qualificar o debate e estreitar as relações, representantes de diversas entidades fizeram uma exposição durante o Painel. Foram destacadas políticas públicas, programas, projetos e ações desenvolvidas pelas instituições que têm ligação com o serviço de assistência técnica e extensão rural.

Participaram do evento: o secretário de Estado de Desenvolvimento Agrário de Minas Gerais, Glênio Martins de Lima; o secretário Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Arnoldo Campos; o diretor de Política Agrícola e Informações da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), João Marcelo Intini; o superintendente Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Marcílio Magalhães; o subsecretário de Assuntos Municipais da Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais, Marco Antônio Viana Leite; e demais representantes de entidades dos Governos Estadual e Federal.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.