quarta-feira, 20 de Maio de 2015 11:15h

Encontro na Educação aprofunda diálogo com superintendentes regionais do Estado

Reunião realizada em Belo Horizonte vai até esta quarta-feira (20/5)

Superintendentes das Regionais de Ensino de Minas Gerais participam nesta terça-feira (19/5) do segundo encontro gerencial realizado pela Secretaria de Estado de Educação, iniciativa que pretende, além de discutir aspectos gerenciais e pedagógicos, fortalecer o diálogo com pessoal das superintendências.   “Nós iniciamos o trabalho esse ano com um principio muito importante, que é o fortalecimento do diálogo com as superintendências, com os movimentos sociais, mas principalmente com as famílias e com as escolas”, ressaltou a secretária de Estado de Educação, Macaé Evaristo, na abertura do evento.  “Essa é uma reunião estratégica e nós estamos tratando de aspectos como frequência escolar, monitoramento da aprendizagem, orientações sobre a nossa estratégia de educação integral e o fortalecimento das escolas do campo, indígenas e quilombolas”.

A secretária Macaé lembrou o acordo assinado entre o Governo de Minas Gerais e o Sindicato Único dos Trabalhos em Educação (Sind-UTE/MG) que assegurou aos professores o pagamento do piso nacional do magistério até 2017 e afirmou que está com expectativa positiva em relação à tramitação do projeto de lei na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). “Nós conseguimos fazer um acordo que garante o pagamento do piso aos profissionais da educação. Esse era um desafio grande que nós tínhamos na educação do nosso Estado e a nossa compreensão é que essa negociação nos dá uma base importante para avançar no debate pedagógico da melhoria da educação e da oferta do ensino que é oferecido aos estudantes mineiros”, disse a secretária.

Diversidade e Inclusão

A importância de eliminar as desigualdades no país e evidenciar a diversidade também foi ressaltada durante o encontro, em palestra ministrada pelo secretário de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação, Paulo Gabriel Soledade Nacif. Durante a palestra, foram apresentados temas como Educação de Jovens e Adultos, Educação Especial e inclusão escolar. “A Secadi tem como objetivo primordial eliminar as desigualdades educacionais no Brasil. A nossa grande questão aqui hoje é fazer uma apresentação dos nossos programas. É muito importante que os municípios e estados tenham consciência que o Ministério continua desenvolvendo ações com foco na inclusão, pois as desigualdades impedem que os brasileiros desenvolvam todas as suas potencialidades”, destacou Nacif.

Para a diretora educacional da Superintendência Regional de Ensino de Januária, Stela Abreu Santos, a palestra simbolizou um momento de estreitar relações. “Não existe cenário mais favorável para a implementação de políticas públicas e para o redimensionamento das praticas pedagógicas dentro das escolas e das comunidades. Temos o desafio na regional de diminuir as distâncias e essa palestra vem de encontro às nossas necessidades”, destacou a diretora. A regional de Januária conta com nove escolas quilombolas, 54 escolas do campo e nove escolas indígenas.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.