quarta-feira, 6 de Novembro de 2013 10:22h

Epamig inaugura centro de treinamento em na cidade de Felixlândia

Epamig inaugura centro de treinamento em na cidade de Felixlândia

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) inaugura nesta quinta-feira (7) o segundo Centro de Treinamento da Fazenda Experimental da empresa em Felixlândia, na região Centro-Oeste.  O Complexo de Transferência Tecnológica conta com dois centros. O novo tem sala de treinamento com capacidade para 100 pessoas e acomodação para 22 pessoas. O mais antigo tem auditório com capacidade para 60 pessoas e alojamento com acomodação para 40 participantes.

Desde 2010, mais de 500 técnicos da Emater-MG e produtores rurais de diversas regiões do Estado participaram, na fazenda de Felixlândia, de capacitação do Programa Minas Leite coordenado pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e executado pela Emater-MG, que deve alcançar em 2013 o atendimento a 1,3 mil propriedades familiares do Estado.

Segundo o presidente da Epamig, Marcelo Lana, o centro de treinamento irá atender os municípios da região com a capacitação de técnicos e produtores rurais, além de sindicatos rurais e cooperativas do setor agropecuário. “Esse espaço de transferência de tecnologias vai fortalecer as parcerias da Epamig e também poderá potencializar uma das principais atividades agropecuárias do nosso estado, a produção de leite”.

A Fazenda Experimental de Felixlânbdia é referência em pesquisas de bovinocultura de leite com gado F1, que são realizadas desde 1998. O sistema utiliza fêmeas mestiças (cruzamento de Holandês x Zebu), mantidas em regime de pasto durante o verão e suplementadas em cocho com volumoso (tais como silagens de milho, sorgo e capineiras; os fenos, a cana-de-açúcar e as palhadas) durante o inverno.

O cruzamento entre as duas raças faz com que o animal obtido guarde características de ambas, sobretudo a rusticidade do zebu e a produtividade do europeu. “O objetivo do Programa F1 é garantir rentabilidade à produção de leite em Minas Gerais”, afirma o pesquisador José Reinaldo Mendes Ruas, que é um dos mais envolvidos nessa pesquisa. Segundo ele, as tecnologias geradas permitem flexibilidade e oferecem vantagens econômicas, além de serem de fácil aplicabilidade e de administração simples.

Minas Leite

De acordo com o IBGE (2013), Minas Gerais concentrou a maior parte da produção de leite do país (27,3%), que foi de 32,1 bilhões de litros de leite, e também o maior número de vacas ordenhadas. Em seguida, as produções de maior expressão são do Rio Grande do Sul (12,1%), Paraná (11,9%) e Goiás (10,9%).

Uma das iniciativas que propiciam o desenvolvimento do setor leiteiro é o programa Minas Leite, que visa modernizar toda a cadeia produtiva do leite no Estado, gerando aumento de produtividade e renda. Com o suporte do Minas Leite, os produtores familiares recebem orientações dos técnicos da Emater-MG para conduzir suas propriedades leiteiras de forma mais eficiente, utilizando os recursos disponíveis. Administração da propriedade, cuidados com a saúde dos animais e a adequação da alimentação preservação do meio ambiente estão entre os temas abordados. Esses técnicos foram capacitados durante treinamento realizado na fazenda de Felixlândia com pesquisadores da Epamig e Embrapa Gado de Leite.

Serviço:

Inauguração do Centro de Treinamento de Felixlândia

Dia: 7 de novembro de 2014

Horário: 14h

Local: Fazenda Experimental da EPAMIG - Av. Perimetral, s/nº - Zona Rural – Felixlândia-MG

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.