sexta-feira, 29 de Julho de 2016 12:14h Agência Minas

Escola estadual de Pouso Alegre revitaliza espaços para ações da Educação Integral

Alunos agora contam com seu Espaço de Esporte e Lazer, fanfarra e também uma horta onde plantam alimentos utilizados no almoço

Em 2015, a Escola Estadual Presidente Arthur da Costa e Silva, em Pouso Alegre, teve que se reinventar. A escola passou a coabitar com o Colégio Tiradentes e precisou encontrar formas de aproveitar espaços ociosos, principalmente para o atendimento dos alunos da Educação Integral. Como resultado desse esforço, este ano a escola inaugurou o seu Espaço de Esporte e Lazer e também a fanfarra.

“O nosso objetivo era que os alunos tivessem um espaço de lazer, então surgiu a ideia de criar um parquinho de diversão para os alunos menores e uma quadra de areia para atender aos estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Também revitalizamos o nosso campo de futebol”, conta o diretor da escola, Társis Siqueira Vilhena.

 

 

 

Os alunos da Educação Integral passaram a ter uma horta e os alimentos cultivados são utilizados na preparação do almoço. “A Educação Integral utiliza um espaço da escola para cultivar a horta. São os próprios alunos que plantam e regam os alimentos”, afirma o diretor.

Além da horta, os estudantes também participam do recreio interativo. No intervalo, a escola disponibiliza cordas, jogos de xadrez e bolas para os alunos. Também foram pintadas amarelinhas e jogo da velha no chão do pátio.

 

 

 

Este ano, a escola também adquiriu instrumentos para a fanfarra. “A nossa escola está completando 44 anos e sempre teve a tradição de ter fanfarra. A nossa estava desativada há uns dez anos, o que nos entristecia muito. Agora retomamos essa ação. Os alunos já estão ensaiando e vamos participar das comemorações do dia 7 de setembro”, afirma Társis.

Para o diretor, as ações que vêm sendo desenvolvidas têm resultado em uma escola mais dinâmica e que atrai mais a atenção dos alunos e a participação da comunidade. “Acho que um dos grandes motivos para o número de alunos estar aumentando tanto é o que estamos realizando. A comunidade está mais participativa e temos uma parceria bem forte”, pontua.

 

 

 

Feira da Matemática

Outra ação que envolve todos os estudantes e professores da escola é a “Feira da Matemática”. Realizada desde 2009, a mostra é o momento em que os alunos aliam a teoria à prática.

“Pegamos todo o conteúdo da Matemática do Conteúdo Básico Comum (CBC) e os alunos apresentam trabalhos diferenciados sobre o tema. São feitos jogos, exposições e maquetes e os alunos explicam o conteúdo para os visitantes. A criatividade é deles e o professor auxilia”, destaca Társis. Os temas são definidos por meio de sorteio.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.