segunda-feira, 2 de Junho de 2014 11:03h

Estado monitora diariamente as doenças dos países que irão participar de jogos em BH

Centro de Informações e Estratégias de Vigilância em Saúde da SES divulga boletins que informam a situação epidemiológica desses países

A poucos dias da Copa do Mundo no Brasil, turistas que já estiverem em Belo Horizonte para acompanhar os jogos poderão conhecer um pouco mais da cultura do nosso Estado. O Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG) irá promover no dia 7 de junho, sábado, o I Encontro Mineiro de Patrimônio Cultural. O evento reunirá arte, cultura e história mineira na Praça da Liberdade para uma grande celebração. Mais de vinte cidades de Minas Gerais irão expor e divulgar seus produtos típicos, além de contribuírem para uma reflexão entre os visitantes durante o encontro.

Os visitantes terão a oportunidade de conhecer mais de vinte cidades mineiras e parte da cultura trazida por cada uma delas. Serão mais de 60 atividades culturais entre exposições, atrações musicais, artesanatos, oficinas, danças, manifestações regionais e degustação de bebidas e comidas típicas que serão apresentadas aos visitantes durante todo o sábado, de 9h30 às 22h.

Para o presidente do instituto, Fernando Cabral, o encontro irá proporcionar às pessoas que passarem pela Praça da Liberdade uma viagem por Minas Gerais. “Quem vier à praça no dia do encontro terá a oportunidade de conhecer costumes e tradições de várias cidades diferentes, sem precisar se deslocar entre elas”, disse Cabral.

Campo das Vertentes, Região Metropolitana de Belo Horizonte, Zona da Mata, Jequitinhonha, Noroeste de Minas, Sudoeste de Minas, Norte de Minas, Central e Triângulo Mineiro. Essas são as regiões mineiras que marcarão presença no encontro através das cidades: Alfredo Vasconcelos, Belo Horizonte, Caeté, Cipotânea, Chapada do Norte, Conceição do Mato Dentro, Congonhas, Coqueiro Campo, Diamantina, Gouveia, Guarda-Mor, Guaxupé, Itabirito, Matias Cardoso, Nova Lima, Ouro Preto, Prados, Sabará, Serro, São João del-Rei e Uberlândia. Cada uma delas irá trazer parte de sua tradição e vão se juntar ao charme da Praça da Liberdade transformando-a em um verdadeiro livro de história a céu aberto. Cada uma delas irá trazer parte de sua tradição e vão se juntar ao charme da Praça da Liberdade transformando-a em um verdadeiro “livro de história a céu aberto”

Ano do Barroco Mineiro e o Bicentenário de Morte de Aleijadinho

Como forma de enriquecer as discussões e ações de divulgação acerca do Barroco Mineiro e do legado deixado por Aleijadinho, o I Encontro Mineiro do Patrimônio Cultural integra o calendário do “Ano do Barroco Mineiro e Bicentenário de morte de Aleijadinho”. Uma iniciativa do Governo de Minas, por meio das secretarias de Estado da Cultura e de Turismo e Esporte, em parceria com a Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O ano de 2014 será marcado por várias comemorações que celebram o barroco e o artista mineiro, reconhecido mundialmente pela sua arte e genialidade.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.