sexta-feira, 24 de Junho de 2016 15:59h Atualizado em 24 de Junho de 2016 às 16:33h. Agência Minas

Estado premia projetos de prevenção e combate ao uso de drogas

Iniciativa da Subsecretaria de Políticas sobre Drogas reconhece e fomenta boas práticas do sistema de defesa social em Minas Gerais

A Semana de Prevenção ao Uso e Abuso de Álcool e outras Drogas, celebrada entre os dias 19 a 26 de junho, este ano premia os 20 projetos de destaque na prevenção e combate ao uso de drogas em todo estado e oito servidores que também se destacaram no trabalho dentro do sistema de defesa.

A iniciativa é da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), por meio da Subsecretaria de Políticas sobre Drogas (Supod) que, pela primeira vez, abriu espaço para o reconhecimento e fomento das boas práticas do sistema de defesa social mineiro. A premiação aconteceu na quinta-feira (23/6), no Auditório JK, na Cidade Administrativa.

 

 

 

Para a superintendente de Prevenção, Fabiana Rodrigues, a ação vai além do reconhecimento. “Por meio do concurso, conseguimos abrir espaço para ouvir os executores de iniciativas em todos os territórios. Compilamos esses principais projetos aplicados hoje. E pretendemos usar essas ideias para formulação e aperfeiçoamento das políticas públicas. E com isso, avançamos com um governo participativo também sob a perspectiva antidrogas” comemora.

 

 

 

O processo de seleção foi feito por meio da indicação dos próprios envolvidos que listaram 45 projetos para seis categorias, que contemplaram primeiro, segundo e terceiro lugares cada. Foi formada uma comissão julgadora que definiu os critérios de premiação, como, por exemplo, relevância e impacto social, contribuição para as políticas públicas, articulação com as redes e atores sociais locais, entre outros.

Para o subsecretário de Políticas sobre Drogas, Rafael Miranda, “a informação é um meio importante para evitar e tratar o uso de drogas. E nosso objetivo é fomentar o debate com entre a comunidade e aceitar ideias inovadoras daqueles que conhecem a temática”, reforça.

 

 

 

Conheça as propostas dos vencedores aplicadas à dependência química

Um dos premiados, na categoria Campanhas de Promoção à Saúde, foi o projeto Orquestra Jovem das Gerais, que há 22 anos ensina música para crianças e adolescentes em situação de risco nos municípios de Contagem, Ibirité e, em Belo Horizonte, no Aglomerado da Serra e na Pedreira Prado Lopes.

Fundada pelo casal de músicos Renato Almeida e Rosiane Reis, a orquestra conta hoje com 22 profissionais voluntários, que dão aulas de músicas a 190 crianças a partir de nove anos de idade. “Nesses anos todos atendemos 1.500 crianças e só perdemos duas delas para as drogas. A música ensina, entre outras coisas, disciplina, e vira uma atividade séria para as crianças, que ficam menos tempo nas ruas”, conta Renato Almeida.

A Orquestra Jovem das Gerais também trabalha, em palestras e eventos, o tema antidrogas com os alunos. Assim, foi indicada para a premiação promovida pela Subsecretaria de Políticas sobre Drogas (Supod). “Fomos pegos de surpresa, mas ficamos muito felizes com o reconhecimento do poder público de que a educação musical é uma das possibilidades de tirar os jovens das ruas e fornecer uma formação pra eles, que poderá ser fonte de emprego e renda”, comemora Almeida.

 

 

 

Saiba mais sobre a rede de serviços do estado

SOS Drogas - Ligue 155, opção 1

Serviço telefônico do Estado, gratuito para usuários de álcool e drogas. Disponível nos 853 municípios, através da Linha de Informações do Governo (LigMinas), de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h. São duas modalidades de atendimento: orientações e informações, transmitidas por atendentes e a atenção especializada específica para casos graves relativos à saúde do dependente químico.

 

 

 

OMID - Acesse www.omid.mg.gov.br e facebook.com/sobredrogasmg  

Observatório Mineiro de Informações sobre Drogas (Omid), site e facebook concentram informações das entidades conveniadas onde consta a lista das instituições, sendo possível entrar em contato diretamente com a instituição e buscar o tratamento financiado pelo Estado.

 

 

 

Cread – Atendimento presencial

O Centro de Referência Estadual em Álcool e Drogas (Cread-MG), localizado na Rua Rio de Janeiro 471, 3º andar, região central de Belo Horizonte, é um polo de implementação da Política Estadual sobre Drogas.

A entidade tem por objetivo personalizar o atendimento ao usuário de substâncias psicoativas e aos seus familiares, além do controle e manutenção de banco de dados que propicie a avaliação do perfil epidemiológico dos usuários.

 

 

 

Números

O serviço é prestado por meio de convênio com 28 instituições distribuídas em todo o estado. São 16.080 vagas de internação por ano (1.340 vagas por mês), em três tipos de modalidades: ambulatorial, permanência dia e abrigamento temporário.

Veja alguns sinais que podem relacionados ao uso de drogas

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.