terça-feira, 2 de Junho de 2015 10:51h

Estiagem dificulta pagamento de dívidas de produtores rurais

ALMG, em parceria com Governo do Estado, quer ajudar na renegociação com os bancos

A necessidade de se rediscutir as dívidas dos produtores rurais mineiros foi o assunto tratado pelos parlamentares da Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) com o vice-governador do Estado, Antonio Andrade. Representada pelo seu presidente, deputado Fabiano Tolentino (PPS), a comissão foi recebida na Cidade Administrativa na manhã desta sexta-feira (29/5/15) em reunião que contou também com o secretário de Estado de Agricultura, João Cruz, e representantes de entidades como a Federação da Agricultura e da Pecuária de Minas Gerais (Faemg) e sindicatos de produtores rurais.

O principal assunto foi a estiagem dos dois últimos anos, que teria prejudicado os produtores rurais e dificultado o pagamento das suas dívidas com os bancos. Foi citada uma pesquisa realizada pela Emater-MG em parceria com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) que aponta Minas Gerais como o epicentro da estiagem na Região Sudeste do Brasil. Segundo o estudo, todas as culturas teriam sido afetadas, e as perdas variaram e 50% e 80%.

O grupo acordou que será elaborado um documento com todas essas informações para ser entregue pelo secretário João Cruz à ministra da agricultura, Kátia Abreu. A expectativa é de que ela interfira junto aos bancos para viabilizar o alongamento das dívidas dos produtores rurais. O secretário João Cruz lembrou que documento semelhante já havia sido encaminhado em janeiro ao ministério, mas ele disse acreditar que agora o efeito será mais palpável. “Em janeiro, tínhamos estimativas de perdas; agora os dados são mais reais, e isso terá um impacto maior no encaminhamento das conversas", avaliou.

O vice-governador Antonio Andrade ressaltou que o que se espera não é a anistia das dívidas, e sim uma prorrogação dos prazos, com juros compatíveis e sem o prejuízo de novos empréstimos que sejam necessários. O deputado Fabiano Tolentino avaliou positivamente o encontro e disse que espera que a questão tenha uma solução rápida.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.