quarta-feira, 16 de Março de 2011 00:00h

Estudantes já podem aderir ao Programa Poupança Jovem 2011

Alunos do 1º ano do ensino médio das escolas públicas estaduais de Ribeirão das Neves, Ibirité, Esmeraldas, Governador Valadares, Sabará, Montes Claros, Teófilo Otoni e Juiz de fora já podem fazer parte do Programa Poupança Jovem. As adesões ao programa começaram no dia 14 de março e vão até o dia 31 de maio. Os interessados podem se inscrever na escola onde estudam. Com a adesão, o número de jovens beneficiados deve chegar a 62 mil.

A estudante Lilia Emmanuelle, de 16 anos, é atendida atualmente pelo programa no município de Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Ela termina o ensino médio no final deste ano e orienta os novos colegas.

“Aproveitem a oportunidade, pois tudo aquilo que aprendemos no Poupança Jovem fica para vida toda. Quando comecei a participar das atividades, aprendi a me expressar e relacionar melhor com as pessoas. Isso vai me ajudar muito, por exemplo, na hora de buscar uma oportunidade de emprego”, disse.

A previsão é que mais de 20 mil alunos façam adesão ao Poupança Jovem, em 2011. Neste ano, sete mil estudantes que concluíram o ensino médio em dezembro de 2010 receberão o benefício, caso tenham cumprido todas as exigências do programa.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Wander Borges, deseja boas-vindas aos alunos. “Esperamos que o Poupança Jovem seja um marco na caminhada de vida desses meninos e meninas. Que eles possam encontrar um nível adequado de qualificação educacional e profissional que venha contribuir para as aspirações de construção de um Estado cada vez melhor”, ressaltou o secretário.

Os estudantes que concluem o ensino médio regularmente, tendo cumprido todas as obrigações estipuladas nos três anos, recebem uma poupança no valor de R$ 3 mil, depositados nominalmente pelo Governo de Minas.

A jovem Lilia conta com a poupança para dar início ao sonho de cursar faculdade de engenharia. “O programa já me deu oportunidade de fazer o curso de inglês que eu não teria condições de pagar. Vou usar o dinheiro da poupança nos estudos, para pagar um pré-vestibular ou para iniciar meu curso superior”.

Poupança Jovem

Criado em 2007 e coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), o programa é destinado a estudantes do ensino médio público estadual que residem em municípios com alto índice de evasão escolar, violência e baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Ao longo dos anos de formação do ensino médio, o Poupança Jovem acompanha o rendimento escolar e oferece várias atividades extracurriculares para os alunos, como cursos de capacitação profissional, inclusão digital, entre outras. O objetivo é estimular a capacidade de planejar o futuro, aspirações pessoais, profissionais e criar melhores condições de ingresso no mercado de trabalho.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.