quinta-feira, 30 de Abril de 2015 13:15h

Etanol está mais vantajoso que gasolina em BH

Procon Assembleia detectou que preço do derivado da cana caiu em média 2,20% na Capital

Em abril deste ano, na maioria dos postos de combustíveis de Belo Horizonte e Contagem, o litro de etanol está custando menos de 73% do preço da gasolina comum. Isso significa que, para quem tem veículo bicombustível, é mais vantajoso financeiramente abastecer seu carro com o derivado da cana. Dos 168 postos consultados pela equipe de pesquisadores do Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), 160 estão vendendo o etanol por menos de 73% do preço da gasolina. Em 116 deles, o percentual é inclusive inferior a 70%. O levantamento foi feito entre os dias 29 e 30/4/15.

Consulte a pesquisa completa de preços de combustíveis.

A pesquisa constatou redução geral no preço dos combustíveis. A queda mais acentuada foi verificada justamente no etanol, que ficou, em média, 2,20% mais barato em relação ao levantamento de março de 2015. A gasolina comum barateou 0,67%, enquanto que a aditivada ficou 0,24% mais em conta. Já o diesel apresentou redução média de 0,10%. Sofreram aumento apenas o gás natural veicular (GNV), com 0,46% em média, e a gasolina pódium, que registrou alta de 0,58%.

Nos estabelecimentos localizados na região Leste da Capital ocorreram as maiores quedas de preços: o do etanol caiu em média 4,69% e o da gasolina comum baixou 1,56%. Foi ali também que o Procon Assembleia achou o preço mais baixo da cidade para a gasolina: R$ 3,140. O litro do etanol mais barato (R$ 1,999) foi encontrado em um estabelecimento da região Nordeste de Belo Horizonte.

Outro dado importante da pesquisa diz respeito à variação do preço do mesmo combustível entre os postos. No caso do etanol, por exemplo, a diferença entre o mais caro e o mais barato chega a R$ 0,55, ou seja, 27,56%. O produto foi encontrado por desde R$ 1,999 até R$ 2,550. Para a gasolina comum, a variação é menor: 17,80% (de R$ 3,149 até R$ 3,699). Já o diesel apresentou diferença percentual de 20,75% e o GNV, 21,68%.

O Procon Assembleia orienta o consumidor a ligar antes para o posto no qual planeja abastecer seu veículo e conferir os valores cobrados. Isso porque os preços dos combustíveis são liberados e os estabelecimentos podem alterar seus preços a qualquer momento, sem aviso prévio.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.