quinta-feira, 22 de Setembro de 2016 13:18h Codevasf

Evento da Codevasf sobre apicultura em Minas Gerais está com inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para os interessados em participar do 13º Seminário de Apicultura do Norte de Minas, evento que a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) realizará no próximo dia 06 de outubro, no auditório da Sociedade Rural de Montes Claros, que fica no Parque de Exposições João Alencar Athayde. As inscrições são gratuitas.

Durante o encontro, cujo público esperado é de mais de 400 participantes, serão discutidas as potencialidades da apicultura no semiárido norte-mineiro, a organização da cadeia produtiva e a diversidade dos méis produzidos, com destaque para o mel de melato de aroeira, um típico produto da mata seca no norte de Minas que é produzido durante 45 dias do período seco e possui ricas propriedades medicinais.

Ainda no evento, serão apresentadas experiências exitosas do setor apícola de outras regiões do Brasil e também palestras sobre manejo dos apiários, informações que contribuirão para elevar o conhecimento dos apicultores e o fortalecimento do setor.

O público alvo do 13º Seminário de Apicultura do Norte de Minas são apicultores, produtores rurais e fornecedores de equipamentos, estudantes, técnicos, professores, universitários, agentes financeiros e entidades públicas e privadas. As inscrições poderão ser feitas antecipadamente pelos telefones (38) 2104-7832, (38) 2104-7831 ou, ainda, no dia e local do evento.

Para o superintendente da Codevasf em Minas Gerais, Rodrigo Rodrigues, a realização da 13ª edição do seminário, acompanhada de mais uma ação de capacitação técnica e gerencial dos apicultores mineiros, vem ao encontro das propostas de desenvolvimento sustentável regional que a Companhia desenvolve no Vale do São Francisco.

“Mobilizações como essa não só permitem o acesso de pequenos produtores rurais a novas informações, tecnologias e contato direto com compradores, fornecedores de equipamentos e materiais apícolas, mas também proporcionam a troca de experiências entre os produtores”, afirma Rodrigues.

 

Diversidade de floradas

 

De acordo com relatório técnico da Codevasf, a rica diversidade de floradas e a atuação da Companhia neste arranjo produtivo, em parceria com instituições de fomento, permitiram o expressivo desenvolvimento da apicultura no Vale do Rio São Francisco em Minas Gerais.

Em 2006, a atividade apícola no Norte mineiro contava com apenas 651 produtores; hoje, o número já atinge 1.429, os quais produzem 730 toneladas de mel por ano, proporcionando uma renda de R$ 7,3 milhões a famílias de pequenos produtores rurais.

Ainda segundo a equipe técnica da Codevasf que coordena essa atividade no semiárido de Minas, existem hoje mais 20 associações exclusivamente voltadas para a apicultura.

 

Cooperativa de produtores

 

No início deste ano, a Codevasf incentivou e prestou apoio técnico e financeiro para criação da primeira Cooperativa de Apicultores e Agricultores Familiares do Norte de Minas (Coopemapi), cujo objetivo é prestar serviços aos cooperados, congregar os agricultores familiares de sua área de ação e fomentar a diversificação da produção, a produtividade e a qualidade de vida rural.

“A região norte-mineira possui um contingente de profissionais na área agronômica altamente capacitado e que sempre esteve presente no segmento da apicultura”, frisa Fernando Britto, chefe de gabinete da Codevasf em Minas Gerais e vice-presidente da Sociedade Mineira de Engenheiros Agrônomos (SMEA).

 

Programação

 

Com início previsto para as 8h da manhã e encerramento às 18h do dia 6 de outubro (quinta-feira), consta da programação do encontro a palestra Sistema de Produção de Apicultor com 600 Colmeias, que será proferida pelo produtor Nardely Ramos de Carvalho, da Associação Regional de Apicultores e Exportadores do Vale do Aço. Experiência da Cooperativa Mista dos Apicultores da Microrregião de Simplício Mendes (PI) será o tema abordado pelo apicultor Paulo José da Silva. 

No período da tarde, com o tema Experiências de Indicações Geográficas no Estado de Minas Gerais, falarão o consultor Nivaldo Gonçalves das Neves, da Associação dos Produtores Artesanais de Cachaça de Salinas, o produtor de queijos João Carlos Leite, da Associação dos Produtores de Queijo Canastra, e a diretora de pesquisas da Fundação Ezequiel Dias, Ester Margarida Bastos.

O produtor e empresário do ramo apícola Armindo Vieira Nascimento Jr fará seu pronunciamento na palestra Os Pilares da Apicultura de Alta Produtividade. Encerrando o seminário, os apicultores Luciano Fernandes de Souza e Adriano Pereira Santos farão uma apresentação sobre a recém-criada Cooperativa de Apicultores e Agricultores Familiares do Norte de Minas.

Junto com a Codevasf, promovem o evento a Emater/MG, o Sebrae/MG, o Senar/MG e a Associação dos Engenheiros Agrônomos do Norte de Minas.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.