segunda-feira, 23 de Março de 2015 09:54h

Exposição em Belo Horizonte apresenta obras de artistas populares

Mostra promovida pelo Sesc e pelo Governo de Minas poderá ser vista no Centro de Arte Popular – Cemig. Entrada é gratuita

O público mineiro terá uma oportunidade inédita de conhecer um dos mais representativos acervos da arte popular mineira. A exposição Coleção Sesc Mestres de Minas – Dia do Artesão poderá ser visitada, gratuitamente, no Centro de Arte Popular – Cemig, na capital, de 27 de março a 10 de maio. A mostra reúne as principais obras dos grandes mestres da arte popular que fazem parte do acervo permanente do Sesc. A exposição, realizada pelo Sesc e pelo Governo de Minas Gerais, por meio das secretarias de Estado de Desenvolvimento Econômico e de Cultura, é comemorativa ao Dia do Artesão (19/3).

Na seleção de trabalhos figuram obras expressivas, realizadas por expoentes como Dona Izabel, Noemisa Batista, Geralda Batista, Joana Batista, Elia, Amaury, Rosana, Margarida, Clemência, Dida, Ulisses Pereira Chaves, Zefa, Geraldo Teles de Oliveira, Ana do Baú e Jacinta Francisca.  Ao todo, serão 77 obras do acervo permanente do Sesc. O espaço expositivo mostrará os artistas divididos por cidade, dispostos de forma a reforçar elementos visuais e textuais que evidenciam os valores, a diversidade e a qualidade da cultura de Minas Gerais.

Os artistas

Ao longo de 40 anos, o Sesc reuniu um significativo acervo de obras do artesanato mineiro. São trabalhos de pessoas como Dona Izabel, falecida em outubro de 2014. Artista de Santana do Araçuaí, distrito de Ponto dos Volantes, no Vale do Jequitinhonha, ela ganhou projeção internacional com suas peças, em especial bonecas, feitas com barro e seus pigmentos naturais.

Nascido na zonal rural de Caraí, também no Vale do Jequitinhonha, o ceramista Ulisses Pereira Chaves, falecido em 2006, é outro grande nome do artesanato presente na Coleção Sesc Mestres de Minas. O imaginário único e original do artista o colocou entre os escultores brasileiros de destaque no século XX. Com um senso estético elaborado, ele influenciou o desenvolvimento do artesanato estadual, transformando suas regiões de origem em importantes polos de escolas dedicadas a essa expressão tão reveladora da identidade mineira.

A exposição tem apoio do Sebrae, Idene, Codemig, do Circuito Cultural Praça da Liberdade e do Centro de Artesanato Mineiro (Ceart-MG).

Serviço:

Exposição Coleção Sesc Mestres de Minas – Dia do Artesão

Local: Centro de Arte Popular – Cemig / Sala de Exposições Temporárias (rua Gonçalves Dias, 1608, Funcionários, Belo Horizonte)

Visitação: 27/3/2015 a 10/5/2015

Entrada gratuita

Horários: Terça, quarta e sexta-feira, das 10h às 19h

               Quinta-feira, das 12h às 21h

               Sábado e domingo, das 12h às 19h

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.