terça-feira, 17 de Maio de 2016 11:17h Atualizado em 17 de Maio de 2016 às 11:19h. Instituto Mineiro de Agropecuária – IMA

Exposição Estadual Agropecuária terá cerca de 1300 animais entre bovinos e equídeos

Entre as novidades deste ano está a participação no evento de outros setores do agronegócio mineiro como floricultura e piscicultura, além de cursos técnicos. A entrada é gratuita

Um dos mais tradicionais eventos da pecuária mineira, a Exposição Estadual Agropecuária realiza de 31 de maio a 5 de junho a sua 56ª. edição. Com entrada gratuita, o evento será realizado no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte, e terá, além dos julgamentos e leilões de animais, diversas atrações nos setores da piscicultura, floricultura, aquacultura de corte e eventos técnicos com cursos e palestras. Será realizada também a 1ª. Feira Pró-genética e Pró-fêmeas em BH, que vai colocar à venda touros e matrizes das raças zebuínas, girolando e senepol.

A realização é da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e sua vinculada Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), juntamente com o sistema da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg).

 

 

 

Pecuária – A exposição contará com a participação de cerca de 1300 animais entre bovinos e equídeos. Eles participarão dos julgamentos que irão premiar os melhores exemplares entre aqueles que mais se aproximam do padrão morfológico de cada raça. No caso dos equídeos será avaliado também o desempenho dos animais na pista de grama do parque da Gameleira.

A agenda da exposição contará com a participação das raças de bovinos (guzerá, brahman, nelore, senepol, wagyu e sindi) e de equídeos (mangalarga marchador, campolina, árabe, jumento pêga, pônei e pampa). Serão realizados quatro leilões de equídeos.

Minas Gerais possui o segundo maior rebanho de bovinos do Brasil, com cerca de 23,9 milhões de animais e lidera o plantel nacional de equídeos, com aproximadamente 763 mil cabeças.

 

 

 

“A exposição é um evento tradicional para os mineiros, pois permite aos visitantes, especialmente de Belo Horizonte e Região Metropolitana,  conhecerem de perto animais que fazem parte da elite da pecuária de Minas, momento em que os produtores apresentam os melhores exemplares do seu rebanho. Os julgamentos, por sua vez, contribuem para a valorização financeira dos animais premiados, o que repercute de forma positiva também para o conjunto do plantel do produtor que tem animais vencedores”, argumenta o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas, João Cruz Reis Filho.

 

 

 

Flores e peixes – A 56ª Exposição vai abrigar eventos de outras áreas do agronegócio mineiro, entre eles a Exposição Estadual de Flores e Folhagens, que vai apresentar um pouco da floricultura mineira, setor que vem demonstrando significativa importância para a economia do estado. Outras atrações serão a 1ª. Exposição Estadual de Peixes Ornamentais  e o Concurso Nacional de Peixes Ornamentais, aliado à mostra dos segmentos da aquacultura.  “O objetivo é apresentar à sociedade o potencial da aquicultura mineira, dando ênfase ao fortalecimento da cadeia de valor do pescado e, em especial, o segmento da piscicultura ornamental”, explica Lucas Rocha Carneiro, superintendente de Desenvolvimento Agropecuário da Seapa.

 

 

 


Cachaça -   A 56ª. Exposição terá também uma agenda com 44 eventos técnicos entre palestras e cursos. Em pauta, aprender a degustar cachaça, produção de tilápia, própolis verde,  crédito rural, gestão de empreendimentos pecuários  e manejo em bem-estar animal. E ainda, doenças diversas que podem acometer bovinos e equinos.

ATENÇÃO: A participação nos cursos é gratuita, com vagas limitadas. As  inscrições já podem ser feitas  no endereço https://goo.gl/g48U4U

 

 



Feira do Pró-genética:  A 56ª. Exposição vai abrigar também a  1ª Feira Pró-Genética e Pró-Fêmeas que irá colocar à venda  touros e matrizes das raças zebuínas, girolando e senepol, garantidos pelas associações de criadores e com teste negativo de brucelose e tuberculose. Os operadores de crédito serão Crediminas e Banco do Brasil. 
Todos os animais que estarão à venda atendem aos requisitos do Programa de Melhoria da Qualidade Genética do Rebanho Bovino de Minas Gerais, realizado em parceria pela Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), Seapa, Emater–MG, Epamig, IMA, girolando, senepol e simental-simbrasil.  A feira tem o apoio da Faemg,  Fetaemg e  Sistema Ocemg.

 

 


  
O SISTEMA FAEMG estará presente com estande institucional, onde os visitantes poderão conhecer mais sobre sua atuação junto aos produtores mineiros, além dos mais de 300 cursos, treinamentos e programas especiais oferecidos pelo Sistema. Em espaço dedicado ao Senar Minas, 12 ex-alunos divulgarão seu trabalho, colocando à venda  produtos alimentícios e de artesanato aprendidos nos cursos da entidade.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.