quinta-feira, 28 de Maio de 2015 12:46h

Exposição marca mês da luta antimanicomial na Biblioteca Geraldo Alves de Oliveira

No mês em que se comemora o Dia da Luta Antimanicomial, celebrado em 18 de maio, a Secretaria de Saúde de Mateus Leme se mobilizou para valorizar e apresentar o resultado dos esforços obtidos com o tratamento de usuários da rede de Saúde Mental

Artesanato, música e o contato direto com a natureza são aliados de psicólogos e terapeutas no tratamento de pessoas com sofrimento mental e uma estratégia para reinserir esses pacientes na sociedade através de suas próprias capacidades.

Prova disso é a exposição montada esta semana a partir do trabalho desenvolvido em terapias complementares. Até o dia 12 de junho, quadros - que são verdadeiras obras de arte - maquetes e objetos decorativos, feitos pelos pacientes, ficarão disponíveis à visitação pública na Biblioteca Geraldo Alves de Oliveira, no Centro de Mateus Leme.

A exposição marca as comemorações pelos avanços trazidos pela Lei 10.216/2001, reconhecida como a base da reforma psiquiátrica, que adota novas diretrizes de reformulação do modelo de Atenção à Saúde Mental, transferindo o foco do tratamento, que se concentrava na instituição hospitalar de caráter manicomial e asilar, para uma rede de atenção psicossocial, estruturada em unidades de serviços comunitários e abertos.

“A Luta Antimanicomial defende o fim dessas instituições e a inclusão social das pessoas com sofrimento mental e dependência química. O 18 de maio afirma os princípios antimanicomiais, convocando a sociedade a pensar o caminho real e possível para a liberdade e cidadania de todos”, afirmou Priscila Antunes da Silva, uma das coordenadoras da rede de Saúde Mental.

A Saúde Mental, em Mateus Leme, acolhe dezenas de usuários e oferece terapias complementares e continuadas através de oficinas de artesanato, música e jardinagem. Para saber mais sobre os serviços oferecidos pelo setor, procure a unidade e informe-se. A sede da Saúde Mental está localizada na rua Cel. Tomás de Andrade, 217 – Centro. O telefone de contato é o (31) 3535.4354.

Exposição

A mostra foi inaugurada nesta quinta-feira, dia 28, com a presença do diretor municipal de Cultura, Gian Cavalcanti; do vereador Arilton Gaudêncio Santiago, o Pretinho; profissionais de diferentes setores da Secretaria de Saúde e alunos da Escola Estadual Elias Salomão.
As escolas interessadas em apresentar a exposição podem agendar as visitas guiadas. O telefone é o 3535.3902.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.