terça-feira, 29 de Dezembro de 2015 12:04h

Faturamento dos supermercados mineiros tem queda de 3,5% em novembro

As vendas do setor supermercadista de Minas Gerais tiveram retração de 6,13% em novembro sobre de outubro

Também na comparação sobre  novembro de 2014, o setor registrou queda com  variação -3,59%.

A boa notícia é que o crescimento acumulado do ano. Até novembro, os supermercados estão no azul, com avanço de 0,52%.

Os números, já estão deflacionados pelo IPCA/IBGE, são do Termômetro de Vendas, pesquisa mensal da Associação Mineira de Supermercados (AMIS) com empresas de todo o estado.

Os motivos para a retração em novembro são os mais variados de acordo com os empresários pesquisados. Além do mês “tradicionalmente fraco em vendas”, conta com um calendário com menos dias em relação a outubro. Deve-se considerar também que o consumidor “segura” um pouco as compras para poder comprar mais no Natal.

O fraco desempenho da economia, e o aumento do desemprego também foram citados pelos empresários. Outra justificativa é a base alta de comparação em outubro, quando o setor havia crescido 6,53% sobre setembro.

 

Dezembro

Quando apurados os resultados do mês de dezembro, aí impactado pelas vendas ocasionadas pelo Natal e final de ano, a expectativa dos empresários é de que registrem um crescimento na casa dos 20% sobre novembro.
Em relação a dezembro do ano passado, a projeção do setor é de um avanço bem mais modesto, de 1%.

Este também é o número projetado para o crescimento do setor em 2015,  depois de uma revisão para baixo, já que a projeção no início do ano era de 2,5%.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.