terça-feira, 14 de Junho de 2016 11:46h

Feam reconhece sexto caso de boa prática ambiental na indústria

O Projeto “Reutilização de água em Usina de Destilaria de Etanol Hidratado e Fabricação de Açúcar através de Torres de Resfriamento”

O Projeto “Reutilização de água em Usina de Destilaria de Etanol Hidratado e Fabricação de Açúcar através de Torres de Resfriamento” apresentado pela Usina Itaiquara, foi o sexto caso de boa prática ambiental na indústria reconhecido pela Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) e pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg).

 

A boa prática apresentada refere-se à reutilização da água de resfriamento do processo industrial, das unidades de açúcar e destilaria.  Desta forma, o empreendimento deixou de captar grande volume de água do reservatório Mascarenhas de Moraes  “Rio Grande”.

 

Com a Boa Prática, o consumo de água captada por meio de outorga foi reduzido de 3.200,25 m³/h para 1.499,76 m³/h. A água nova utilizada no processo produtivo do açúcar e etanol foi minimizada de 2.020,25 m³/h para 319,76 m³/h, representando 84,17% de redução no consumo.

 

Segundo a analista ambiental da Feam, Fernanda Meneghin, além da redução na captação de água, o empreendimento deixou de lançar esse efluente líquido no corpo d’água. É importante ressaltar que a prática de reutilização de água em usinas de açúcar e álcool, por meio de torres de resfriamento, já ocorre em indústrias com instalações modernas. Entretanto, a iniciativa adotada pela Itaiquara é considerada uma prática diferencial, uma vez que a empresa possui instalações antigas, tendo buscado esta medida como uma melhoria e ganho no consumo de água, afirmou a analista.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.