quarta-feira, 20 de Janeiro de 2016 12:05h

Fernando Pimentel recebe governadores do Rio de Janeiro e Alagoas para discutir a situação financeira dos estados

Propostas levantadas na reunião serão levadas ao Fórum dos Governadores, em Brasília, no dia 1º de fevereiro

O governador Fernando Pimentel recebeu nesta quarta-feira (20/1), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, os governadores do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e de Alagoas, Renan Filho. O encontro serviu para que os gestores pudessem trocar experiências sobre as iniciativas tomadas em seus estados para reduzir gastos, como a fusão de órgãos e a extinção de empresas estatais, desde que não haja prejuízo ao serviço público.
O encontro serviu também para que eles se preparassem para o Fórum dos Governadores, que ocorre em 1º de fevereiro próximo, em Brasília. Na ocasião, os chefes de Executivo estaduais irão levar à presidenta Dilma Rousseff propostas para melhorar a situação financeira de estados e municípios.

 


“Estamos trocando experiências entre governadores parceiros e amigos para ver as ações que estão sendo tomadas neste momento visando reduzir gastos e equacionar custos para enfrentar essa crise financeira pela qual os estados estão passando. Todos os estados, hoje, e a União também, estão em uma contingência de muita severidade nos gastos. A receita caiu muito, fruto da recessão econômica e, com isso, nós estamos sendo forçados a tomar medidas de contingenciamento, de redução”, afirmou Fernando Pimentel em entrevista coletiva.
O governador destacou os esforços que o governo de Minas Gerais tem feito para solucionar os problemas de caixa. “Estamos tomando medidas com o objetivo de garantir aos servidores aquilo que é de direito, que é o salário deles, e garantir à população aquilo que nós queremos, que é um serviço público de qualidade, e reduzindo custos, porque a receita dos estados hoje não comporta a expansão de gastos de nenhuma espécie”, ressaltou.

 


O Fórum dos Governadores, segundo Fernando Pimentel, pretende discutir propostas de parceria com os Estados e com os municípios para enfrentar essa situação. “É um ano que começa com dificuldades, mas o horizonte é positivo. O Brasil é um país muito grande, muito forte, a nossa economia é muito dinâmica. Nós vamos, ao longo desse ano, sair da recessão econômica herdada de 2015. Acredito que o governo federal está em um bom caminho e essa opinião que estou dando aqui é compartilhada tanto pelo Pezão quanto o Renan Filho”, completou.
Participaram da reunião os secretários de Fazenda de Minas Gerais, José Afonso Bicalho, do Rio de Janeiro, Júlio Bueno, e de Alagoas, George Santoro.  Além deles, estiveram presentes os secretários de Estado de Governo, Odair Cunha, e de Casa Civil e de Relações Institucionais, Marco Antônio Rezende.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.