segunda-feira, 14 de Setembro de 2015 10:20h

Festa cívica marca solenidade de entrega da Medalha JK em Diamantina

Em clima de entusiasmo, moradores de Diamantina e agraciados destacam legado de Juscelino Kubitschek

mentos de mineiridade e de brasilidade. JK é filho da nossa terra, merece todas as reverências”, disse.

Sentimento de brasilidade
A visão de futuro e a dedicação de Juscelino Kubistchek a Minas Gerais e ao Brasil foram lembrados também pelo prefeito de Diamantina, Paulo Célio de Almeida Hugo (PSDB). “Deixemos infundir em todos nós o sentimento de brasilidade, pois o país esta acima de todos. Cultivemos a credibilidade, sejamos otimistas, exercitemos a construção da confiança e da credibilidade”, disse o prefeito. A Medalha JK foi criada pela Lei nº 11.902, de 1995, sendo entregue pela primeira vez em 1996. A cerimônia é realizada anualmente, no dia do aniversário do ex-presidente, nascido em 1902 – há 113 anos.
A honraria é dividida nos graus “Grande Medalha” e “Medalha de Honra”. Entre os condecorados estão personalidades e instituições do cenário político, econômico, social e cultural do Estado e do país. Nesta edição, 86 pessoas e instituições foram agraciadas. Após a abertura do evento, com as honras militares e a execução do Hino Nacional, apresentado pelo Grupo Arte Miúda de Diamantina, o governador conduziu a entrega das medalhas e, em seguida, acompanhou o desfile da Guarda de Honra. A solenidade – que neste ano teve com orador oficial o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Adalclever Lopes – encerra as comemorações da Semana JK.

 

Créditos: Manoel Marques/Imprensa MG

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.