terça-feira, 14 de Fevereiro de 2012 09:27h Atualizado em 14 de Fevereiro de 2012 às 10:39h. Sarah Rodrigues

Foliões devem estar alertas à segurança durante o Carnaval

Corpo de Bombeiros orienta sobre cuidados

O Carnaval está chegando, a maioria das pessoas devem festejar, viajar e aproveitar o feriado. Contudo, as regras de segurança devem ser respeitadas para que a festa não termine em acidente, por isso o 10° Batalhão do Corpo de Bombeiros orienta aos foliões para o período.
Segundo o tenente Henrique Viana, o Corpo de Bombeiros já está realizando desde a semana passada treinamentos com todo o efetivo. “A gente já iniciou desde a segunda-feira (06) um treinamento com todo o nosso efetivo já visando o Carnaval. Nós realizamos treinamento prático no nosso Centro e na semana que vem faremos o treinamento no Lago das Roseiras. Todo o efetivo estará disponível, tanto o administrativo como o operacional não somente no Lago das Roseiras, mas em toda a cidade”.
O tenente explica que os Bombeiros intensificarão as ações no Lago das Roseiras, local com bastante água, mas trabalharão também em Lagoa da Prata e no Lago de Furnas. “Com relação à prevenção aquática no Lago das Roseiras trabalharão aproximadamente 15 militares por dia. Nós teremos todo o equipamento, como Jet Ski, Barco, equipamentos de mergulho todo o aparato para realizar a prevenção aquática”.
Viana acrescenta que além da prevenção aquática, os militares terão outro ponto de ação na rodovia, para em casos de acidentes se deslocarem mais rapidamente. “Nós atuaremos nas rodovias, realizando Ponto-Base, no caso de Divinópolis, nós estaremos com viatura e guarnição, próximo ao Posto da Polícia Rodoviária, no trevo da MG 050 com a BR 494, para que caso ocorra um acidente nós possamos diminuir o tempo de resposta, para poder agilizar o atendimento”, acrescenta.
Sobre se durante o período carnavalesco os acidentes aumentam, o militar avalia que sim, pois além da quantidade de pessoas que se reúnem, muitas ainda fazem uso em excesso de bebida alcoólica. “O risco de acontecer é maior, por isso, demanda um efetivo maior, para justamente evitar esse acidente. A probabilidade é grande, inclusive no Carnaval, porque além da aglomeração de público, tem a questão da bebida alcoólica que influencia demais, então a maioria dos afogamentos tem ligação com bebida alcoólica”, salienta o tenente.

DICAS
Ao nadar, procure um local conhecido; não ultrapasse faixas e placas de avisos. Não entre em locais onde há avisos de perigo de morte ou em águas poluídas. Procure sempre local que exista a presença de Guarda-Vidas ou o Corpo de Bombeiros. Evite nadar sozinho; não faça uso de bebida alcoólica antes de entrar na água; não se afaste da margem. Não salte de locais elevados para dentro da água;não tente salvar pessoas em afogamentos sem estar devidamente habilitado. Prefira lançar flutuadores para salvar pessoas ao invés da ação corpo a corpo; identifique nas proximidades a existência do salva-vidas e permaneça próximo a ele.
Evite brincadeiras de mau gosto como caldos, trotes e saltos. Aceite as orientações dos Bombeiros e não abuse se aventurando perigosamente. Não deixe as crianças sozinhas, evite navegar com cargas em excesso; somente deixe entrar na embarcação pessoas usando colete salva-vias e conduza embarcações se for habilitado para tal.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.