sexta-feira, 15 de Abril de 2016 11:51h Agência Minas

Funed é referência estadual no diagnóstico de Influenza A e outros oito vírus respiratórios

Os kits de coleta de amostras são produzidos pela própria Fundação e distribuídos para as 28 regionais de saúde do estado

O Laboratório de Vírus Respiratórios da Fundação Ezequiel Dias (Funed) é referência em Minas Gerais no diagnóstico de nove diferentes vírus (influenza A - H1N1 e H3N2 - e B, adenovírus, parainfluenza 1, 2 e 3, vírus respiratório sincicial, metapneumovírus e bocavírus). O serviço faz parte da rede de laboratórios do Ministério da Saúde e recebe, para análise, amostras de todos os municípios do estado em casos de síndrome respiratória aguda grave.

 

 

 

De acordo com a bióloga e Referência Técnica no diagnóstico de vírus respiratórios da Funed, Ana Luísa Furtado Cury, os kits de coleta de amostras são produzidos pela própria Fundação e distribuídos para as 28 regionais de saúde do estado, de acordo com a demanda de cada uma.

O exame chamado RT – PCR em tempo real é realizado em amostras de secreção de naso orofaringe e o resultado é encaminhado para o serviço de saúde solicitante eletronicamente, por meio do sistema Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL). O prazo para divulgação é de sete dias em períodos não epidêmicos, podendo ser estendido, caso ocorra o aumento da demanda. Se o resultado for positivo, as amostras são testadas novamente para confirmação.

 

 

 

“Este é um exame de alta especificidade e sensibilidade, oferecido e garantido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), por meio da Funed para todo o estado de Minas Gerais e já chegamos a processar um pouco mais de cinco mil amostras em um ano”, explica a bióloga Ana Luísa.

O exame é realizado em pacientes hospitalizados para diagnóstico da síndrome respiratória aguda grave e em pacientes ambulatoriais para realizar a vigilância sentinela, que tem como objetivo principal identificar os vírus respiratórios circulantes, além de permitir o monitoramento da demanda de atendimento por essa doença.

 

 

H1N1

A influenza ou gripe é uma infecção viral aguda do sistema respiratório, que possui a transmissão elevada e distribuição global. Um indivíduo pode contraí-la diversas vezes ao longo da vida e, em geral, tem a evolução autolimitada, ou seja, de poucos dias. Porém, de acordo com a diversidade do agente causador, essa doença pode apresentar-se de maneira mais ou menos grave.

O vírus da influenza A, incluindo o H1N1, possui subtipos que sofrem contínuas mutações e podem surgir sazonalmente e ocorrem com frequência nos meses mais frios do ano, em locais de clima temperado ou, no período chuvoso, em locais de clima tropical. Os sintomas mais comuns são febre de mais ou menos 38ºC, tosse seca, dor de garganta, mialgia, dor de cabeça e prostração.
 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.