quarta-feira, 1 de Abril de 2015 13:36h Atualizado em 1 de Abril de 2015 às 13:40h.

Furnas Educa se apresenta para mais de 800 alunos em Varginha

A caravana do programa Furnas Educa visitou essa semana as escolas EM José Camilo Tavares e EM Matheus Tavares, localizadas nos bairros Vila Barcelona e Sete de Outubro, no município de Varginha

Técnicos e educadores da empresa se apresentaram para 825 alunos nos dois dias de evento.

“O projeto tem tido um resultado surpreendente, levando conhecimento a milhares de crianças, com efeito multiplicador de alcançar as famílias de alunos e professores. Por isso, o Furnas Educa entrou na carteira de programas institucionais da empresa.  A meta para este ano é mobilizar ainda mais pessoas de forma itinerante e contínua, percorrendo todas as regiões do país”, explicou Leandro Rosa, gerente de Comunicação de Furnas. Nos dois últimos anos os educadores da empresa visitaram 174 escolas em 46 municípios brasileiros e se apresentaram para mais de 70 mil jovens e crianças.
As apresentações da equipe do Furnas Educa em Varginha reuniram alunos, professores e profissionais de educação para falar sobre conservação de energia, preservação ambiental, de recursos hídricos e prevenção a queimadas. São utilizadas cartilhas, vídeos de animação, atividades lúdicas, brincadeiras e distribuição de material para mostrar os riscos de praticar queimadas e a importância de economizar energia e conservar o meio ambiente.
A visita contou com a presença do Corpo de Bombeiros para falar sobre os malefícios e a importância de prevenir as queimadas, além de dar dicas de segurança.
A caravana tem sido muito bem recebida nas escolas e muitas vezes, alunos das escolas próximas são chamados para participar do evento. O educador de Furnas, Evanildo Santos, conduz a apresentação, exibindo filmes, contando histórias, cantando músicas e fazendo brincadeiras. “Brincando as crianças recebem noções básicas de eficiência energética e educação ambiental, além de dicas de como reduzir o consumo de água e como prevenir e denunciar queimadas realizadas próximo a linhas de transmissão. Eles levam essa conscientização para casa e envolvem toda a comunidade. O resultado é fantástico”, explicou Evanildo.

A próxima parada da Caravana Furnas Educa é o município de Passos, na região sul/sudeste de Minas Gerais. Depois os educadores visitarão as escolas dos municípios de Carmo do Rio Claro, Alfenas, Elói Mendes, Três Pontas, Boa Esperança e Nepomuceno.
Prevenção a queimadas
Os números de queimadas no Brasil são alarmantes. Em 2014 foram registrados cerca de 174 mil focos de incêndio, um aumento de 67% em relação ao ano anterior, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). O Brasil é o país que registra os maiores números de realização de queimadas em todo o continente americano.
Realizar queimadas próximo a linhas de transmissão constitui crime federal previsto no Decreto 2.661, de 08/08/1988, que proíbe atear fogo numa faixa de 15 metros dos limites de segurança das Linhas de Transmissão e de 100 metros ao redor das subestações. O Centro de Operações de Emergências de Furnas recebe denúncias pelo telefone 0800 025 25 55.
Em 2014, o case Furnas Educa venceu a 40ª edição do Prêmio Aberje, concedido pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial, na categoria Comunicação e Relacionamento com a Sociedade, Regional Rio de Janeiro-Espírito Santo.
Sobre Furnas
Mais de 40% da energia consumida no Brasil passa pelo sistema de Furnas, que utiliza a força da água para gerar 95% de sua energia. Presente em 15 estados e no Distrito Federal, Furnas conta com 19 usinas hidrelétricas, três parques eólicos, duas termelétricas, aproximadamente 24 mil quilômetros de linhas de transmissão e 66 subestações. Considerado a espinha dorsal da transmissão de energia elétrica no Brasil, o sistema de Furnas está sendo ampliado com a construção de mais 22 subestações, incluindo a SE Olímpica (RJ), e cerca de cinco mil quilômetros de linhas de transmissão.
Até 2018, Furnas e seus parceiros acrescentarão cerca de 5.700 MW ao sistema elétrico brasileiro, um crescimento de 40% em relação aos 14.639,5 MW atuais, superando 20 mil MW em capacidade instalada.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.