quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2014 06:24h

Governador mostra oportunidades de negócios de Minas a investidores chineses

Em viagem oficial à República Popular da China, maior parceiro comercial do Estado, chefe do executivo mineiro visitará empresas e parques industriais.

No próximo dia 3 de março, o governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, inicia agenda oficial de dez dias à República Popular da China, atualmente o maior parceiro comercial do Estado. A viagem tem como objetivo estreitar as relações socioeconômicas com o país asiático, apresentando as diversas oportunidades de negócios oferecidas por Minas, de forma a atrair novos investimentos de empresas chinesas e aumentar aqueles que já estão no Estado.

Em 2013, a China liderou o ranking de exportações do Estado, sendo responsável por 34,9% do total de produtos mineiros exportados. O país ocupou também o terceiro lugar no ranking das importações de Minas, com 14,9% do total. Entre os estados brasileiros, Minas Gerais é o primeiro que mais exporta para China e o sexto que mais importa produtos chineses.

No ano passado, as exportações totalizaram US$ 11,67 bilhões, crescimento de 10,6% em relação a 2012. O minério de ferro foi o produto mais exportado, responsável por 86,7% do total. Cerca de 14% do minério de ferro comprado pela China é proveniente de Minas Gerais. De todo o Brasil, saem 22% do minério de ferro que abastece a indústria chinesa. Portanto, isoladamente, Minas Gerais é o segundo maior fornecedor do produto, ficando atrás apenas da Austrália.

Entre os outros produtos mineiros exportados para China destacam-se soja em grãos, ferro-ligas, açúcar e celulose. Em 2013, Minas Gerais importou US$ 1,83 bilhão da China, aumento de 14,8% em relação ao ano anterior. O subgrupo mais importado foi “produtos químicos orgânicos”, seguido de computadores e acessórios, aparelhos eletromecânicos ou térmicos, e máquinas pesadas.

Agenda de negócios

Na agenda da missão mineira estão incluídas visitas a empresas chinesas dos ramos automotivo e de maquinário, além de importantes parques industriais. Também será renovado o Acordo de Irmandade entre Minas Gerais e a província de Jiangsu e assinado acordo entre o Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi) e a Câmara de Comércio da região. Antonio Anastasia também irá proferir palestra para alunos de uma universidade chinesa.

O governador de Minas Gerais e sua comitiva visitarão as cidades de Xangai, Nanjing e Pequim, conhecerão um pouco mais o território chinês, sua infraestrutura de escoamento da produção, e verão, de perto, o processo de crescimento industrial do país cuja economia é a que mais cresce no mundo. Um dos objetivos é fazer prospecção de novos negócios para o Estado.

Acompanham Anastasia à China o presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Matheus Cotta; a diretora-presidente do Indi, Mônica Neves Cordeiro; o diretor-presidente do Escritório de Prioridades Estratégicas do Estado, André Barrence; o subsecretário de Investimentos Estratégicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Luiz Antônio Athayde, além dos presidentes da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado, e da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg) Roberto Simões.

“Vamos mostrar a empresas, instituições, investidores e empreendedores chineses que Minas Gerais é, hoje, um dos melhores, mais qualificados e mais seguros destinos para investimentos no Brasil, sobretudo, para a instalação de empresas de base tecnológica. As oportunidades de negócios em nosso estado são múltiplas, uma economia cada vez mais diversificada, localização estratégica, boa infraestrutura logística e disponibilidade de mão de obra qualificada, além de termos um governo que prima pela eficiência”, afirma Antonio Anastasia.

Compromissos

Na segunda-feira, dia 3 de março, Antonio Anastasia e sua comitiva realizam uma visita técnica à planta da fábrica da Geely Motors, no município de Cixi, nas proximidades de Xangai. A Geely iniciou suas operações no Brasil recentemente e, em breve, colocará o primeiro automóvel no mercado brasileiro, o sedan EC7. Trata-se de uma empresa em franca expansão, que pretende ampliar os investimentos no Brasil.

No dia seguinte, terça-feira, 4 de março, o governador de Minas participa de reunião com executivos da Changan Motors, outra promissora fábrica chinesa de veículos. O encontro acontece no Consulado Geral de Xangai, e será seguido de audiência com a cônsul-geral do Brasil em Xangai, Ana Cândida Perez. À tarde, visita a sede da Câmara de Comércio da China, também em Xangai.

Na quarta-feira, 5 de março, a comitiva mineira segue para Nanjing para encontro com o prefeito Miao Ruilin e visita técnica ao Jiangning High-Tech Industrial Park, a mais importante zona de desenvolvimento tecnológico e econômico da região. À noite, haverá o encontro com o governador da Província de Jiangsu, Li Xueyong, momento em que renovarão o Acordo de Irmandade entre Minas Gerais e Jiangsu. Esse acordo foi firmado em março de 1996, e, desde então, uma série de missões tem sido estabelecidas entre os dois Estados, abrangendo áreas da educação, econômica, ciência e tecnologia, mineração, comércio, cultura, entre outras.

Também será assinado acordo de cooperação entre o Indi e a Câmara de Comércio da região, que tem o objetivo de buscar interesses comuns no desenvolvimento de negócios e na colaboração internacional, estabelecendo um relacionamento de cooperação entre as duas organizações.

No dia 6 de março, quinta-feira, Antonio Anastasia se desloca para Suzhou, onde realiza uma visita técnica ao Suzhou Industrial Park (SIP), um importante projeto de cooperação econômica entre o governo chinês e o de Cingapura. O projeto abrange uma área total de 288 km² e é referência de sucesso na criação de áreas de desenvolvimento com alto grau de competitividade e tecnologia na China. Nesse dia, o governador também se encontrará com o prefeito de Suzhou.

Na sexta-feira, 7 de março, Anastasia vai ao município de Xuzhou, onde visita a sede da Xuzhou Construction Machiney Group (XCMG), maior fabricante de máquinas para construção civil da China, líder há 20 anos no mercado deste segmento. A XCMG está concluindo a construção de sua fábrica brasileira, em Pouso Alegre (Sul de Minas). O início da produção em solo mineiro está previsto para junho deste ano. O protocolo de intenções para a instalação da unidade foi assinado em maio de 2011, pelo governador de Minas.

Em seguida, também na sexta-feira, haverá um encontro com o prefeito de Xuzhou, Zhu Min. O Diário do Comércio e o Xuzhou Daily assinarão um acordo de parceria que prevê a troca de conteúdos entre os jornais. A comitiva mineira ainda visita, na parte da tarde, o Xuzhou Ecological Improvement.

Na segunda-feira, 10 de março, Antonio Anastasia e sua comitiva iniciam os compromissos oficiais em Pequim. O primeiro deles será uma visita técnica ao Banco Chinês de Desenvolvimento (China Development Bank – CDB), com o objetivo de conhecer a política e as linhas de créditos oferecidas pelo Banco e iniciar tratativas de parceria com o BDMG. Também em Pequim, haverá reunião com executivos do State Grid Corporation of China, empresa estatal de transmissão de energia elétrica, fundada em 2002. À noite, participam de reunião com o embaixador do Brasil em Pequim, Valdemar Carneiro Leão, na sede da Embaixada.

No último dia da Missão Oficial à China, terça-feira, 11 de março, o governador Anastasia irá proferir palestra para alunos da University of Internacional Business and Economics (UIBE), uma das maiores escolas de negócios da China. Ele irá falar sobre o processo de desenvolvimento socioeconômico de Minas Gerais.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.