segunda-feira, 3 de Junho de 2013 10:25h Agencia Minas

Governador participa da Festa Tradicional Italiana na região da Savassi, em Belo Horizonte

De volta da Europa, onde participou de vários encontros de negócios buscando atrair mais empresas para Minas, Antonio anastasia ressalta identidade entre mineiros e italianos

A região da Savassi, em Belo Horizonte, ficou lotada para mais uma Festa Tradicional Italiana neste domingo (02/06). O evento – que comemora o Dia da República da Itália reuniu italianos, ítalo-descendentes e brasileiros em confraternização –  contou com apresentações de música e dança e barracas com comidas típicas italianas.

O governador Antonio Anastasia, que é descendente de italianos, retornou no último sábado da Europa, onde realizou diversos encontros em busca de mais investimentos para Minas e participou da festa. Ao participar da tradicional festa na Savassi, ele destacou a importância da boa relação entre Minas e a Itália e lembrou a presença de italianos na história e na formação da identidade cultural mineira.

“Esta festa é muito importante porque comemora uma identidade cultural muito forte entre a Itália, Minas Gerais e Belo Horizonte, que foi uma cidade construída por muitos italianos. A presença da Itália é muito forte em Minas, com a Fiat e outras centenas de empresas. Fico muito feliz de saber que essa é a maior festa italiana de rua do Brasil e uma das maiores do mundo. A colônia italiana é muito festiva, muito expansiva, com uma culinária extraordinária e é sempre motivo de muita comemoração essa identidade em uma festa que já se tornou uma tradição”, afirmou o governador.

A Festa Italiana é realizada desde 2007 pela Associação de Cultura Ítalo-Brasileira do Estado de Minas Gerais (Acibra-MG), em parceria com diversas instituições, e conta com o apoio do Governo de Minas. As comemorações deste ano lembraram  os 200 anos de nascimento de Giuseppe Verdi, um dos maiores compositores italalianos.

Historicamente, Minas Gerais e Itália mantém fortes relações econômicas e culturais. Estima-se que cerca de 2 milhões de descendentes italianos vivem em Minas Gerais. Segundo o Anuário Estatístico 2013 da Embratur, 5,7 mil turistas italianos desembarcaram em Minas em 2012, o que fez da Itália o terceiro país que mais enviou  turistas para o Estado, atrás apenas de Estados Unidos e Portugal.

Esta boa relação tem gerado bons frutos ao longo do tempo e tem aumentado nos últimos anos. Apenas entre 2003 e 2012, o comércio entre Minas Gerais e a Itália cresceu 173,3%. Nos primeiros quatro meses de 2013, a corrente de comércio cresceu 14,8% em relação ao mesmo período do ano anterior, totalizando US$ 696,24 milhões.

Em 2012, a Itália foi o 8º parceiro comercial de Minas Gerais nas exportações e 4º nas importações. Em relação ao ranking de Estados brasileiros, Minas Gerais é o 2º que mais exporta para a Itália e o 2º que mais importa.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.