quinta-feira, 14 de Novembro de 2013 12:03h

Governo de Minas anuncia investimentos em segurança pública no Sul do Estado

Novidades foram divulgadas em reunião, realizada em Poços de Caldas, com presença das principais lideranças da pasta

Municípios da região sul do Estado vão contar, em 2014, com cinco novas unidades prisionais, um centro socioeducativo, câmeras de videomonitoramento do projeto Olho Vivo e novas viaturas para as polícias Civil e Militar. O anúncio dos novos investimentos do Governo de Minas foi feito, nesta quinta-feira (14), por meio da participação do secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz, em reunião com as principais lideranças de segurança publica do sul de Minas. O encontro ocorreu em Poços de Caldas.

O município de Passos receberá, em 2014, a primeira unidade para internação de adolescentes que cometeram atos infracionais do Sul de Minas Gerais. A demanda para a construção do centro havia sido feita à cúpula da segurança pública e os recursos já estão garantidos para a obra, que será feita por meio de reforma de um prédio existente na cidade, para adequação às normas do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase).

“Acreditamos que a unidade de Passos vai ser muito importante para toda a Região e peço ao Ministério Público e à Justiça que sejamos muito criteriosos nos casos de internação, que deverá ser feita a partir de critérios objetivos, considerando, sobretudo, uma avaliação das polícias”, recomenda o secretário Rômulo Ferraz. Para atender à demanda mais urgente da região, o secretário solicitou aos representantes locais que enviem uma listagem dos casos imprescindíveis de internação, para que sejam providenciadas vagas em outros centros socioeducativos já existentes. Além de Passos, serão inauguradas novas unidades nos municípios de Ipatinga, Janaúba, Tupaciguara e Vespasiano.

Outra demanda que será atendida com os novos investimentos é a desativação ou assunção de cadeias públicas da região. De acordo com o subsecretário de Administração Prisional, Murilo Andrade de Oliveira, a região sul de Minas será contemplada com a construção de duas novas unidades prisionais, em Machado e Poços de Caldas, e com a ampliação de outras três, as de Itajubá, Alfenas e Lavras. No total, serão geradas cerca de 1.700 novas vagas na região, o que possibilitará a desativação de diversas cadeias públicas que ainda estão sob a gestão da Polícia Civil.

“A Região Sul de Minas é a que, nesse momento, está sendo mais beneficiada pelos nossos projetos. Queremos resolver o problema da custódia de presos e, principalmente, da ressocialização”, destaca o subsecretário.

De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social, no primeiro semestre desse ano, foram realizadas 5.500 prisões a mais, em comparação com o mesmo período do ano passado. Tal situação levou à necessidade de acelerar a realização das obras, que devem ser inauguradas no final do ano que vem.

Reforço policial

Entre os investimentos que auxiliarão diretamente o trabalho das polícias está a implantação do sistema de videomonitoramento do projeto Olho Vivo em mais de 20 municípios de todo o Estado, incluindo Passos, na região Sul de Minas Gerais. O investimento total no projeto é de aproximadamente R$50 milhões e a expectativa é a de que haja redução de 30 a 40% dos crimes violentos nas regiões onde for implantado. As câmeras deverão ser instaladas em Passos entre março e abril de 2014.

A 18ª Região Integrada de Segurança Pública também receberá, para a Polícia Militar, 93 novas viaturas e 55 servidores civis, sendo 26 destinados a Poços de Caldas. “Nos últimos anos o governo de Minas foi certamente o que mais investiu em segurança pública, mas agora a gente está vendo um volume muito alto em um tempo muito curto”, afirmou o comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais, coronel PM Márcio Martins Sant´ana.

A Polícia Civil também contará com investimentos importantes, conforme relatou a chefe adjunta da corporação, delegada-geral Maria de Lurdes Camilli. Estão em andamento concursos para contratação de 121 médicos legistas e de peritos criminais, que atuarão em todo o Estado.

Em janeiro também deve ter continuidade o processo de aquisição de viaturas. Neste ano a região Sul de Minas Gerais já recebeu 13 veículos e outros dois ainda chegarão. O secretário Rômulo Ferraz ressaltou que, neste ano, já foram entregues, em todo o estado, cerca de 800 viaturas entre Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Defesa Social, e esse número chegará a 3.300 até o final de 2014.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.