sexta-feira, 18 de Março de 2011 00:00h

Governo de Minas apresenta em Manaus agenda verde para a Copa de 2014

O Governo de Minas apresenta nesta sexta-feira (18) seu projeto de ações ambientais sustentáveis, desenvolvido pela Secretaria Extraordinária da Copa, durante a VI Reunião do Fórum Amazonense de Mudanças Climáticas, Biodiversidade, Serviços Ambientais e Energia, promovida pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, que acontece em Manaus. O representante do Estado da Câmara Nacional de Meio Ambiente, Vinícius Lott, vai detalhar as diretrizes da agenda de sustentabilidade ambiental de Minas para a Copa de 2014.

Um dos compromissos do projeto é o cumprimento das normas estabelecidas pelo Green Goal (Gol Verde), programa de redução de impactos e proteção ambiental da Fifa, que recomenda a certificação Leed (Leadership in Energy and Environmental Design) nos estádios das cidades-sede. O selo é emitido pelo Green Building Council Institute (GBCI), organização sediada nos Estados Unidos que atesta instalações de alta performance ambiental e energética.

Entre as propostas ambientais das obras de modernização do estádio do Mineirão, por exemplo, estão a reciclagem de materiais e o uso responsável de água e energia. Todos os resíduos gerados com a obra terão destinação sustentável. As cadeiras foram doadas a vários estádios e ginásios do Estado; o concreto demolido está sendo usado como matéria-prima para fabricação de cimento e sub-base para pavimentação, e o gramado foi doado ao Plug Minas, projeto de inclusão social do Governo de Minas.

Vinícius Lott vai expor ainda o novo projeto de energia solar do Mineirão. Serão instalados painéis fotovoltaicos no estádio com geração de energia equivalente ao que consomem 750 residências, por exemplo, representando entre 20% e 30% da produção de eletricidade do estádio. A água da chuva também será reaproveitada. O reservatório de 6 milhões de litros vai ser usado em serviços como o de descarga de sanitários e irrigação.

Além do estádio, outros dois focos das propostas de sustentabilidade do Estado serão apresentados por Vinícius Lott: os parques do Estado e a Lagoa da Pampulha, que receberá tratamento de despoluição. Para isso, serão implantados interceptores de esgoto nos arredores da região para evitar que resíduos sejam despejados num dos maiores cartões-postais da capital mineira.

Quanto aos parques, haverá melhoria de infraestrutura das unidades de conservação estaduais para inclusão como roteiros turísticos para a Copa de 2014.

Fonte : Agencia Brasil 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.