quarta-feira, 28 de Outubro de 2015 12:49h

Governo de Minas Gerais e BH Airport firmam acordo voltado à atração de novos voos nacionais e internacionais

Proposta é promover o desenvolvimento e a geração de negócios no estado a partir do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na Região Metropolitana da capital, vai ganhar novo impulso para intensificar o desenvolvimento da sua infraestrutura e entorno, e para atrair novos voos e empresas para Minas Gerais. O governo estadual, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEDE), e a BH Airport, concessionária do aeroporto, assinaram protocolo de intenções com esse objetivo nesta quarta-feira (28/10), na Cidade Administrativa, sede do Governo mineiro. O documento formaliza o apoio institucional da SEDE à concessionária para que o aeroporto seja fator de desenvolvimento e de atração de investimentos para o estado.
O objetivo da SEDE e da BH Airport é acelerar os projetos em desenvolvimento, intensificar o trabalho para ampliação de voos nacionais e internacionais, bem como debater a efetiva implantação do Aeroporto Indústria, que deverá atrair novas empresas para o estado. “O aeroporto é um importante equipamento para Minas Gerais. Temos a convicção de que seu crescimento e fortalecimento significam um grande atrativo para que mais investimentos cheguem ao estado e gerem desenvolvimento, principalmente em setores de alta tecnologia, trazendo mais emprego e renda para a população”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Altamir Rôso.
O diretor-presidente da BH Airport, Paulo Rangel, destacou que a concessionária tem um projeto de longo prazo para o Aeroporto Internacional e ressalta as vantagens competitivas para alcançar o crescimento de passageiros e de cargas. “Temos uma visão de longo prazo com foco no desenvolvimento sustentável do estado. Este protocolo visa a atração de novas rotas nacionais e internacionais. O Aeroporto está estrategicamente localizado em relação aos grandes mercados consumidores brasileiros e pode se transformar em um dos principais hubs do país”, enfatizou.

 

Escoamento de produção
O crescimento da movimentação de cargas pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte é um dos principais objetivos do protocolo de intenções que foi assinado nesta quarta-feira. Em 2014, a área de logística de cargas da BH Airport ocupou a sexta colocação entre os aeroportos brasileiros que exportam, com participação de 0,7% do valor total comercializado. Em 2015, as estimativas são de que as vendas externas, a partir do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, cresçam 26% em relação ao ano passado.
Atualmente, grande parte dos produtos mineiros exportados por via aérea utiliza os aeroportos do estado de São Paulo. O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte ocupa a terceira colocação. O objetivo é mudar essa situação e mostrar aos empresários mineiros que pode ser vantajoso comercializar por Belo Horizonte.
O novo protocolo de intenções visa a consolidação do Aeroporto Internacional como um dos mais importantes hubs de passageiros e carga da América Latina. Entre as outras ações listadas no documento estão o funcionamento do aeroporto industrial; a viabilização de áreas para o crescimento futuro do aeroporto; participação em eventos especializados para divulgar o aeroporto e a atração de novos voos e novas companhias aéreas.

 

Créditos: Osvaldo Afonso/Imprensa MG

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.