quinta-feira, 7 de Novembro de 2013 10:25h

Governo de Minas inaugura leitos de UTI Neonatal em Formiga

As obras irão beneficiar mais de 1,2 milhão de pessoas

Como parte das ações do estado em saúde para redução da mortalidade

infantil em Minas, o Secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza

Marques, irá participar, na próxima sexta-feira (08/11), da inauguração de

20 leitos de UTI Neonatal e da ampliação do bloco cirúrgico na Santa Casa de

Formiga, no oeste do Estado. A obra, que recebeu incentivo de mais de R$1,2

milhão do governo de Minas, irá beneficiar toda à população do município e de

outras 54 cidades da região.

A unidade, que tem início de atendimento previsto para 1º de dezembro,

irá contar com um médico plantonista (24 horas) e um médico diarista para

atendimentos nos períodos da manhã e da tarde. A equipe será composta

por dez profissionais especializados, além de enfermeiros e técnicos de

enfermagem. Os pacientes e familiares também contarão com uma equipe

multiprofissional, composta por fisioterapeutas, assistente social e psicóloga.

Atualmente, existem em todo o Estado 529 leitos de UTI Neonatal e está

previsto a criação de mais 135 até 2014. A ampliação dos leitos de UTI

neonatal é uma ação da Rede Viva Vida, criada para combater a mortalidade

infantil e materna. Entre 2003 e 2011, houve uma redução de 25,6% da taxa

de mortalidade infantil em Minas.

Centro Cirúrgico

Após a ampliação, o novo Centro Cirúrgico irá contar com mais cinco

salas para cirurgias de pequeno, médio e grande porte, e uma sala para

pós-cirúrgico. Com a obra, o hospital terá um total de nove salas para

procedimentos cirúrgicos de alta complexidade.

A construção teve início no final de 2010 e contou com o apoio Secretaria

de Estado de Minas Gerais (SES-MG), que investiu mais de R$ 213 mil na

ampliação por meio do Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade

dos Hospitais do Sistema Único de Saúde (Prohosp).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.