sábado, 4 de Agosto de 2012 09:46h Camila Caetano

Governo de Minas se prepara para a Copa do Mundo em 2014

O estado de Minas Gerais já iniciou as discussões sobre as medidas necessárias sobre a segurança no período da Copa do Mundo, em 2014. Deste modo, a última reunião realizada no Estado abordou questões de antiterrorismo, neste sentido, a maior especialista do país trocou informações com os responsáveis pelo planejamento do futuro evento.

 


A reunião contou com a presença da responsável da Divisão Antiterrorismo, Christiane Corrêa Machado, além dos chefes da Diretoria de Inteligência, e do Departamento de Polícia Federal. Todos passaram conhecimentos aos 30 profissionais das inteligências da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), Polícia Militar, Polícia Civil e dos sistemas Prisional e Socioeducativo.

 


Segundo informações da Secretaria de Estado de Defesa Social o assessor de segurança e inteligência da Secopa afirma que distintos especialistas farão visitas a Minas Gerais a fim de abordar os tipos de materiais químicos, nuclear, radioativo e biológico que são utilizados nessas práticas terroristas, e ainda contarão com a presença dos profissionais que trabalharam no planejamento da Rio+20.

 


Além disso, outras ações para a Copa do Mundo já estão sendo averiguadas, como atividades de infraestrutura, prevenção criminal, logística, e ainda a construção do Centro integrado de Comando e Controle, que terá um custo de aproximadamente R$50 milhões, apesar de o valor ser alto, será um investimento que permanecerá em Minas Gerais mesmo após o evento. A construção do mesmo está prevista para iniciar em 2013, após a finalização da Sala de Situação e Gerenciamento de Crises, que custará cerca de R$1,7 milhão.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.