sexta-feira, 27 de Setembro de 2013 10:09h

Governo discute ações de proteção ao turista da Copa

O objetivo é envolver o setor público e privado na prevenção de conflitos de consumo e criar procedimentos para tratar de conflitos de hospedagem, transporterviço de bares e restaurantes

Começa nesta sexta-feira (27), em Belo Horizonte (MG), uma série de reuniões nas cidades sedes da Copa do Mundo de 2014 para discutir ações de proteção ao consumidor turista. Nas reuniões serão tratados temas como hospedagem, transporte urbano, terrestre e aéreo, serviços de bares e restaurantes.

O objetivo é preparar ações para prevenir conflitos de consumo, além de criar procedimentos para reprimir e solucionar demandas. Os encontros estão sendo coordenados pela Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça, em parceria com o Ministério do Turismo e demais membros do Comitê Técnico de Consumo e Turismo (Plandec).

“A Copa de 2014 será uma grande oportunidade para o Brasil divulgar a qualidade de seus serviços e o respeito ao consumidor”, destaca a secretária Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça, Juliana Pereira.

Na opinião do diretor de Gestão Estratégica do Ministério do Turismo, Ítalo Mendes, as reuniões servirão para definir estratégias e aproximar agentes públicos e privados em prol da defesa do turista consumidor.

“Nossa preocupação é com o atendimento adequado ao turista doméstico e internacional. Queremos que sejam bem atendidos, levem uma imagem positiva e divulguem o destinos em seus países e cidades de origem”, diz o diretor do MTur.

A reunião em Belo Horizonte, além dos representantes do MJ e do MTur, estarão presentes representantes dos governos federal, estadual e municipal, da Embratur, órgão ligado ao MTur, e de entidades representativas da cadeia produtiva do turismo.

O Comitê Técnico de Consumo e Turismo do Plandec foi criado pela presidenta Dilma Rousseff em março desse ano. É coordenado pelo Ministério da Justiça e formado por membros o Ministério do Turismo, Secretaria de Aviação Civil, Ministério da Saúde, Ministério dos Transportes, Embratur, Anac, Infraero, ANTT e Anvisa.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.