sexta-feira, 27 de Setembro de 2013 14:09h

Governo quer reforçar laços entre turistas e prestadores de serviço

Em encontro inaugural em Belo Horizonte, representantes do governo mobilizam órgãos prestadores de serviço de turismo para que se preparem para evitar conflitos nas relações de consumo

Em encontro inaugural em Belo Horizonte, representantes do governo mobilizam órgãos prestadores de serviço de turismo para que se preparem para evitar conflitos nas relações de consumo

No Dia Mundial do Turismo o viajante ganha atenção especial do governo federal. O Ministério da Justiça, com apoio do Ministério do Turismo e outros órgãos púbicos, começaram hoje (27), em Belo Horizonte (MG), a percorrer as cidades-sede da Copa do Mundo para mobilizar agentes públicos e privados na defesa dos direitos do consumidor. O objetivo é preparar os órgãos para lidar, prevenir e solucionar eventuais conflitos nas relações de consumo entre o cidadão, brasileiro ou estrangeiro, e os prestadores de serviços turísticos.

“O turismo entrou na agenda da defesa do consumidor por ser um forte segmento da economia e pela ligação com os grandes eventos”, explicou a secretária Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça, Juliana Pereira, na abertura da reunião. Para ela, os eventos podem deixar um importante legado de avanços na questão da proteção dos direitos do turista.

A secretária afirmou que o Brasil vai defender em fórum internacional, com apoio do Ministério do Turismo, a transformação do turismo em cidadão global, com direito a tratamento diferenciado nos destinos mundiais.

Representante do Ministério do Turismo no encontro, o diretor de Gestão Estratégica, Ítalo Mendes, falou sobre projetos e ações da pasta na preparação para a Copa, como os investimentos em infraestrutura, a articulação de financiamento público para a construção e reforma de hotéis, o processo de classificação hoteleira e a implantação da ficha eletrônica de hóspedes.

“Com a vinda de 600 mil estrangeiros e a movimentação de 3 milhões de brasileiros durante a Copa temos uma grande oportunidade de mostrar ao mundo um novo Brasil. É fundamental que o turista tenha um bom atendimento e que isto resulte em legado positivo para a imagem do país”, disse o diretor do MTur.

Os representantes das mais de 25 entidades e órgãos públicos falaram da atuação de suas entidades na preparação para a Copa. Agências reguladoras (Anvisa, Anac, ANTT, Infraero), Embratur, Procons, universidades, associações de guias de turismo e de donas de casa, dos setores de transportes aéreos e terrestres debateram a criação de câmaras temáticas municipais para interlocução com o governo federal.

Da reunião de hoje surgiu a proposta de implantação de um Comitê Técnico de Consumo e Turismo em Belo Horizonte, ideia que será apresentada aos representantes das demais cidades-sede que receberá a comitiva federal. O secretário Extraordinário para a Copa do Mundo da capital mineira, Camillo Fraga, endossou a proposta que será levada para aprovação dos governos estadual e municipal.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.