sábado, 4 de Agosto de 2012 10:54h Gazeta do Oeste

Gravidez natural ‘rende’ quatro bebês para casal de Ipatinga

 Pai de primeira viagem, um casal de Ipatinga, no Vale do Aço, recebeu nos braços quatro filhos de uma só vez. Alice, Daniel, Eduardo e Lucas vieram ao mundo, nesta sexta-feira (3), no Hospital Maternidade Octaviano Neves, em Belo Horizonte. Prematuras, as crianças estão na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas passam bem. O nascimento de quadrigêmeos é raro, e acontece uma vez a cada 500 mil partos.
A história da dentista Mariana Henriques Gomes Marialva, de 29 anos, e do marido, o empresário Renato Herbert Oliveira, de 26, tem outro elemento incomum: a gravidez múltipla aconteceu naturalmente. “Assim, as chances são mínimas. É de surpreender qualquer médico”, disse o diretor da maternidade, Ataíde Lucindo Ribeiro Júnior, que fez o parto.
Tanto na família de Renato quanto na de Mariana há gêmeos, o que pode ter contribuído para a gestação quádrupla. “Na minha há dois casos e, na do meu marido, registros em três gerações”, afirmou a mãe.

A descoberta levou o casal a experimentar sentimentos de alegria, medo e incerteza. “Tomei um grande susto. Me perguntei se seria capaz de cuidar de quatro bebês, mas, com o tempo, fui me acostumando com a ideia”, disse Mariana. “Quando soube, fiquei super feliz com a notícia e quis fazer muita festa. Agora, é trabalhar bastante, afinal virá muito gasto pela frente”, contou o pai.

Segundo o médico Ataíde, esse tipo de gravidez é de risco e exige cuidados especiais. O obstetra foi o responsável pelo pré-natal e afirmou que a gestação foi tranquila, pois Mariana seguiu todas as recomendações. “A mãe está de parabéns. Ficou em repouso absoluto quando eu pedi”, disse.

De acordo com o médico, sempre existe o risco de aborto nas primeiras semanas, e também de parto prematuro. “Os bebês nasceram com sete meses e, por isso, vão passar um tempo na UTI neonatal, para os pulmões acabarem de se formar naturalmente”, explicou.

Por enquanto, não há previsão de alta para as crianças, que nasceram por volta das 11h30.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.