segunda-feira, 13 de Agosto de 2012 14:49h Gazeta do Oeste

Greve da Polícia Federal impede emissão de pelo menos 2 mil passaportes em Minas

Cerca de 2 mil passaportes deixaram de ser emitidos no Estado, desde o início da greve nacional da Polícia Federal (PF). A informação é do presidente do Sindicato dos Policiais Federais em Minas Gerais (Sinpef), Renato Deslandes.

Conforme o presidente, os casos são avaliados individualmente e somente 20% dos pedidos de emissão e registro do documento estão sendo atendidos, como em casos envolvendo pessoas idosas ou doentes e viagens à trabalho. "As pessoas só devem procurar os postos de atendimento da PF em situações urgentes; ao contrário, o serviço será reagendado", explicou Deslandes.

Nesta segunda-feira (13), os federais distribuem panfletos e informam a população sobre o movimento e as reinvidicações da categoria, nos postos do Plaza Shopping, no bairro Anchieta, região Centro-Sul da capital, e no Posto Uai, na Praça Sete.

Ainda segundo o Sindicato, os plantonistas continuam no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, onde intensificam a fiscalização nos voos internacionais.

A previsão é que na terça-feira (14) os policiais façam um novo protesto no aeroporto. No domingo (12), durante manifestação em frente ao saguão de desembarque, eles repartiram uma pizza gigante entre os grevistas, muitos deles acompanhados das esposas e filhos.

A greve será mantida até a próxima quinta-feira (16), quando haverá uma assembleia para definir os rumos da paralisação.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.