segunda-feira, 3 de Junho de 2013 11:05h Agência Minas

Hemominas lança campanha com jogador da Seleção Brasileira

A campanha tem o objetivo de reforçar o estoque de hemocomponentes para o período da Copa das Confederações

A Fundação Hemominas lança, nesta segunda-feira (3), a campanha “Marque um gol de placa, doe sangue”, com o jogador da Seleção Brasileira Frederico Chaves Guedes, mais conhecido como Fred. A campanha, com várias peças publicitárias, se estenderá até o dia 30 deste mês.

A campanha faz parte de ações do Hemocentro de Belo Horizonte com o objetivo de reforçar o estoque de hemocomponentes para o período da Copa das Confederações.

Reunindo a paixão pelo futebol com a solidariedade, o setor de Captação do Hemocentro de Belo Horizonte espera convocar as pessoas para ajudar a salvar vidas. “Executar uma campanha tendo como temática principal a Copa das Confederações juntamente com a causa da doação de sangue é muito importante, pois conseguimos somar a paixão pelo futebol que todo brasileiro tem e o sentimento de solidariedade que tanto precisamos nessa época do ano. A participação do jogador Fred foi fundamental e permitiu aumentar ainda mais a visibilidade e credibilidade da causa. Estou muito feliz por realizar essa ação e espero que ela traga bons frutos”, afirma a responsável pela Captação do Hemocentro de Belo Horizonte, Helen Dupin.

Esta será uma campanha em que a credibilidade do futebol pode ser emprestada à doação, utilizando grandes personalidades do esporte, a fim de estimular os torcedores a seguirem o exemplo de seus ídolos.

"Quando me convidaram para participar da campanha, aceitei prontamente. Doar sangue é um gesto simples e que pode salvar muitas vidas. Já fizemos algumas campanhas semelhantes no Fluminense e sei o quanto é importante, especialmente nessa época do ano, ações como essa. Fico honrado por participar dessa campanha e por ter meu nome lembrado em algo tão bacana”, diz o jogador da Seleção Brasileira e do Fluminense, Fred.

Quem pode doar

Segundo a Portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e não ter doença de Chagas. Jovens com 16 e 17 anos somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site www.hemominas.mg.gov.br.

           A idade máxima para a primeira doação de sangue é de 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.