quarta-feira, 16 de Outubro de 2013 08:49h

Horário de verão reduz demanda por energia elétrica em Minas Gerais

Diminuição deve chegar a 340 MW por dia, no horário de pico, o que representa uma redução da demanda diária de até 4%

Com o início do horário de verão no próximo domingo (20), a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) espera uma redução na demanda diária máxima de energia elétrica de até 4%, o equivalente a 340 MW, em Minas Gerais. Essa potência corresponde, por exemplo, à demanda de pico das cidades de Juiz de Fora e Sete Lagoas, municípios de médio porte do interior do Estado, ou de uma grande cidade de 750 mil habitantes.

Durante todo o horário de verão, que vigora até 16 de fevereiro de 2014, espera-se, para Minas Gerais, uma economia de energia elétrica de até 0,5% (100.000 MWh), o que seria suficiente para abastecer Belo Horizonte durante oito dias. Para o consumidor residencial e comercial, a redução no consumo mensal pode chegar a 5%, devido ao menor tempo de utilização da iluminação artificial.

Segundo o engenheiro de planejamento do sistema elétrico Wilson Fernandes Lage, da Cemig, outros benefícios do horário de verão dizem respeito ao aumento da confiabilidade e segurança da operação do sistema elétrico. “Uma vez que há uma redução da demanda máxima durante o horário de pico – que ocorre no período entre 18h e 22h – há também, consequentemente, uma diminuição do risco de interrupções no fornecimento”, explica.

Ainda de acordo com o engenheiro, a medida beneficia outros aspectos também relacionados ao sistema elétrico. “Com a adoção do horário de verão, fica mais fácil, por exemplo, programar as manutenções na rede e melhorar as condições de controle em situações de emergência, além de diminuir a necessidade de investimentos para atendimentos localizados e contribuir para a preservação do meio ambiente, com a redução da queima de combustível fóssil pelas termelétricas”, afirma.

O horário de verão, que começa a partir da zero hora do próximo domingo (20), quando os relógios deverão ser adiantados em uma hora, será implantado em dez estados brasileiros – Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul – e no Distrito Federal.

Os demais estados das regiões Norte e Nordeste do Brasil não adotam o Horário de Verão, devido à proximidade da Linha do Equador, o que faz com que a duração dos dias nesses estados não apresente alterações significativas ao longo do ano, tornando o efeito do horário de verão praticamente nulo.

Dicas para economizar energia no verão

- Evite acender lâmpadas durante o dia, aproveitando ao máximo a iluminação natural. Prefira as lâmpadas fluorescentes compactas, pois elas duram mais e gastam menos energia. Pinte paredes e tetos com cores claras, que refletem melhor a luz, diminuindo a necessidade de iluminação artificial.

- Ligue o ferro elétrico apenas quando houver grande quantidade de roupa para passar. Evite ligá-lo nos horários em que muitos outros aparelhos estiverem conectados à tomada para evitar sobrecarga na rede. Siga as instruções de temperatura para cada tipo de tecido e deixe para passar as roupas mais leves ao final, aproveitando o calor do ferro desligado.

-Observe o Selo Procel de Economia de Energia ao comprar geladeira ou freezer. Não utilize a parte traseira do refrigerador para secar roupas, tênis, etc. Regule o termostato adequadamente de acordo com as estações do ano. Não deixe as portas abertas por tempo prolongado. Organize os alimentos para perder menos tempo ao procurá-los. Não forre as prateleiras com plásticos ou vidro, isso prejudica a circulação interna de ar. Não desligue os aparelhos durante a noite para ligá-los de manhã.

- Não deixe a televisão ligada se ninguém estiver assistindo. Caso a televisão tiver programação, use o timer quando quiser dormir com ela ligada.

- Como o chuveiro elétrico é um dos aparelhos que mais consome energia, o ideal é evitar o uso entre 17h e 22h. Deixar a chave na posição menos quente (verão), economizando 30% de energia. Feche a torneira para ensaboar e limite o tempo debaixo da água quente.

- No caso do ar-condicionado, procurar os modelos com selo Procel de Economia de Energia. Dimensione adequadamente o aparelho para o tamanho do ambiente.

- Evite o calor do sol no ambiente, fechando cortinas e persianas. Não tape a saída de ar do aparelho. Desligue-o sempre que se ausentar por muito tempo do local onde o aparelho estiver instalado.

- Lave, de uma só vez, a quantidade máxima de roupa indicada pelo fabricante da lavadora ou secadora. Use a dose certa de sabão especificada no manual para evitar repetir operações de enxágue. Mantenha o filtro sempre limpo.

- No uso de computadores, mantenha acionado o Energy Stay, utilizando os recursos de economia de energia do monitor. Esse sistema desliga o monitor quando o computador não está sendo utilizado. Não deixe os acessórios do computador ligados sem necessidade.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.