terça-feira, 16 de Dezembro de 2014 08:49h

Imprensa Oficial de Minas Gerais lança publicações históricas em sintonia com os seus 122 anos

O evento, aberto ao público, ocorrerá na quarta-feira (17/12), às 10h, na sede da IOF-MG. Além do registro histórico, obras também buscam incentivar a produção cultural

A Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais (IOF-MG) realiza, na quarta-feira (17/12), às 10h, o lançamento de obras em comemoração aos seus 122 anos de história. Com entrada franca, na sede da IOF-MG, o evento leva ao público a oportunidade de conhecer as publicações "Ilustrações do Suplemento Literário - Vol. 1", "122 sábados passados", revista literária "Imprensa na Praça" e a reedição, em fac-símile, de publicação histórica de Agripa Vasconcelos, lançada originariamente em 1951.

O livro “Ilustrações do Suplemento Literário – Vol. 1” (220 páginas) é um arquivo público de material artístico e literário do Suplemento Literário, organizado por Murilo Rubião, lançado pela Imprensa Oficial em 1966. A obra reúne textos de grandes escritores brasileiros e mineiros da época, passando por diversas fases, além ilustrações em cores e em preto e branco. Com mais de mil edições e 48 anos de vida, o Suplemento Literário divulgou - e ainda divulga - não só a literatura, mas também o cinema, as artes plásticas, o teatro, a música e outras manifestações de cunho artístico e cultural, configurando-se, assim, como uma rara e importante publicação cultural brasileira.

De acordo com o diretor-geral da IOF-MG, Eugênio Ferraz, responsável pela publicação, "o lançamento do Suplemento Literário foi uma iniciativa histórica da Imprensa Oficial, com intensa repercussão nacional, dado o seu caráter de veiculo concentrador e irradiador de cultura. O periódico, concebido pelo jornalista Raul Bernardo Nelson de Senna, organizado por Murilo Rubião, seu primeiro editor, ambos que foram diretores-gerais desta Casa, foi lançado em 3 de setembro de 1966 como encarte das edições de sábado do jornal “Minas Gerais'. Esta publicação abre, também, de uma certa forma, as comemorações do centenário de Murilo Rubião, que será amplamente festejado no ano de 2015", destaca.

Para a seleção das ilustrações Ferraz esclarece que “o critério escolhido para viabilizar um projeto de tal magnitude, que conta com 1100 ilustrações originais, produzidas por mais de 96 artistas, durante o período de 1971 a 1990, foi a divisão em volumes, a classificação dos artistas por ordem nominal alfabética, mini biografia, texto e ilustração, incluindo indicação de número da edição e página correspondentes”, acrescenta.

122 sábados passados

Outro destaque do evento é a apresentação ao público do livro “122 Sábados Passados” (132 páginas). Trata-se de uma seleção de matérias publicadas na página 8 do jornal Minas Gerais de sábado, com o total de sábados em sintonia com o aniversário da IOF-MG e do Diário Oficial.

São 122 matérias publicadas em fac-símile no livro, todas coloridas, exatamente como foram imprensas no Minas Gerais. A página 8 do jornal de sábado é considerada uma página nobre, pois é contra-capa do Minas Gerais. Suas matérias, em geral, são relacionadas a assuntos perenes, atemporais, focados na cidadania, na preservação do meio ambiente, na história e na cultura mineira.

Imprensa na Praça

A revista literária 'Imprensa na Praça' (64 páginas) chega à sua segunda edição, porém com o número um. Isto porque a publicação teve o exemplar de estreia lançado com o número zero. Esta é uma publicação que apresenta textos literários, ilustrações, pinturas, charges, poemas, crônicas, críticas musicais, entre outros textos e temas. A revista é uma parceria com o projeto Livro de Graça na Praça.

A proposta da publicação é divulgar o que há de melhor na literatura nacional. Para tanto, publica escritores de todas as regiões do país, com grande parte ainda não conhecida do grande público. No entanto, há também espaço para nomes consagrados, como o do Poeta Ferreira Gullar, dos compositores Fernando Brant, Nilson Chaves, Fredera e Paulinho Pedra Azul, além do cartunista Paulo Caruso, do cineasta Geraldo Veloso, e dos escritores José Paulo Cavalcanti, José Maria Rabelo, José Mauro da Costa e Petrônio Souza Gonçalves. Este último, inclusive, é o editor da publicação.

Entre os textos da nova edição, destaque para o relato da escritora Janice Drummond, residente em Bonito, Mato Grosso do Sul, que rememora sua visita ao poeta recentemente falecido Manoel de Barros, na cidade de Campo Grande. O escritor Adolfo Maurício faz um passeio pela obra do poeta do Sul de Minas, Dantas Motta, que Drummond dizia ser o grande poeta mineiro. Há, ainda, a reprodução de quadros do artista plástico Homero, nas contracapas da revista, com descrições de suas criações. Também integram a obra o escritor Júlio Olivar, que lembra a origem e formação cultural de Rondônia e da literatura rondoniense, iniciada no início do século passado, e o editor José Luiz Tahan, da editora Realejo Livros, de São Paulo, que oferece um testemunho do mercado editorial brasileiro na atualidade.

Na apresentação, o diretor-geral da IOF-MG, Eugênio Ferraz, declara que “nos orgulha a todos, na Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais, sermos partícipes, além de um grandioso projeto de resgate cultural da instituição nos últimos três anos, de alguns feitos, pouco frente ao que ainda resta por fazer", afirma.

A obra também traz uma série de outros textos, como forma de estimular a disseminação da literatura mineira e brasileira.

Agripa Vasconcelos

Fechando a série de lançamentos, cabe ressaltar o fac-símile (reedição) do livro de poemas “A morte do escoteiro Caio”, de Agripa Vasconcelos, lançado originalmente em 1951.

Agripa foi considerado um gênio e ingressou na Academia Mineira de Letras, na época, com apenas 20 anos. Seu livro traz, em forma de claquete, um grande poema épico, em que narra a saga do escoteiro Caio Vianna Martins. Ele dedica o livro a todos os escoteiros do Brasil. Com uma linguagem sofisticada, o poema é considerado um clássico da literatura mineira.

Outras informações: (31) 3237-3547 ou pelo e-mail comunicacao@iof.mg.gov.br.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.