quarta-feira, 28 de Maio de 2014 12:12h

Índice de homicídios registra queda de 90% no município de Unaí

Entre janeiro e abril do último ano foram registrados 10 assassinatos na cidade, enquanto em 2014 ocorreu apenas um

Entre janeiro e abril do último ano foram registrados 10 assassinatos na cidade, enquanto em 2014 ocorreu apenas um

O município de Unaí, na região Noroeste do Estado, registrou queda de 90% no número de homicídios no primeiro quadrimestre do ano, em comparação ao mesmo período de 2013. Entre janeiro e abril do último ano foram registrados 10 assassinatos na cidade, enquanto em 2014 ocorreu apenas um.

De acordo com o responsável pelo 28º Batalhão da Polícia Militar de Unaí, tenente-coronel Roberto Martins, a queda dos homicídios na cidade está diretamente relacionada ao papel desempenhado pelo Centro Socioeducativo de Unaí, inaugurado há um ano. “A primeira coisa que fizemos para diminuir os índices foi diagnosticar qual era o perfil dos criminosos presos por homicídio. Constatamos que a maioria era menor de idade. Assim, após a inauguração do Centro e o encaminhamento desses menores para a internação, os índices caíram muito”, afirma.

O Centro Socioeducativo de Unaí possui capacidade de internação para 90 jovens, com idades entre 12 e 18 anos (podendo prorrogar até 21 anos). Atualmente, 83 menores estão internados, sendo um provisório, aguardando autorização judicial para que seja efetivado o cumprimento da medida. O tempo de permanência é de no mínimo seis meses e no máximo três anos.

A diretora-geral da instituição, Neolaine Oliveira, explica que o menor infrator recebe assistência médica e psicológica no local e desenvolve atividades para auxiliar na sua recuperação. “Eles contam com a equipe de educação, composta por professores e um pedagogo que, além de incentivarem a completar o ensino fundamental e médio, estimulam a prática de atividades esportivas, artísticas e religiosas. Fazem artesanato e cuidam da horta”.

Ela explica que a equipe de profissionais trabalha caso a caso. “O atendimento é relacionado ao ato infracional que o adolescente cometeu. Trabalhamos a responsabilização pelo ato”. O contato com a família também é mantido, por meio de duas visitas semanais, em que é permitida a entrada de até três pessoas por dia. Além disso, a cada seis meses, os internos passam por avaliação comportamental, com a reavaliação da medida.

Setorização do policiamento

Outra medida adotada pelo 28º Batalhão da Polícia Militar de Unaí para diminuir o índice de homicídio foi a setorização do policiamento. “Nossa rota se divide em cinco setores. Cada setor é composto por oito bairros e cada patrulha se fixou com o mesmo quadro de policiais, o que ocasiona a facilidade no reconhecimento dos criminosos reincidentes”, enfatiza o tenente-coronel Roberto Martins. Ele relata, ainda, que cada viatura possui um cadastro de todos os criminosos que já foram apreendidos, o que facilita o encaminhamento à prisão.

Queda na região

Além da queda de homicídios na cidade de Unaí, também foi registrada a redução de homicídios na região Noroeste como um todo. No comparativo entre o primeiro quadrimestre de 2014 e 2013, a redução foi de 11,4% (31 homicídios em 2014 contra 35 ocorrências em 2013).  Os índices foram divulgados pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.