domingo, 5 de Outubro de 2014 15:18h Flávia Villela – Repórter da Agência Brasil

Justiça Eleitoral abre 25 representações por propaganda eleitoral no Rio

A Procuradoria Regional Eleitoral do Rio de Janeiro informou, há pouco, que abriu 25 representações por propaganda irregular e nenhuma por crime eleitoral.

As pessoas presas pela prática de boca de urna vão responder criminalmente.

Os deputados estaduais envolvidos respondem no Ministério Publico Estadual por irregularidades como distribuição de santinhos em vias públicas. Já os senadores e deputados federais, que têm foro privilegiado, respondem no Tribunal Superior Eleitoral pelas irregularidades.

A coordenadora-geral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Adriana Brandão, informou que foram relatados casos em que, antes de o eleitor confirmar o número para o candidato a presidente, a tela da urna eletrônica ficava preta. Entretanto, garantiu Adriana, todos os votos foram validados. "Muitas urnas são antigas, de 2004, mais lentas, mas todos os votos foram computados normalmente", disse ela.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.