terça-feira, 8 de Outubro de 2013 09:11h

Mamógrafo Móvel atende mulheres na cidade de Uberlândia

Serão realizados 25 exames no período da manhã e 25 exames no período da tarde

O caminhão equipado com o mamógrafo móvel, disponibilizado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG), começou a atender mulheres de 40 a 69 anos de idade em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. O serviço estará disponível até o dia 11 de outubro, na Praça Sérgio Pacheco, na região central da cidade.

A realização de 300 mamografias e a iluminação da praça nos dias 5 e 6 de outubro em Uberlândia, programadas pela SES/MG, faz parte do movimento internacional Outubro Rosa, que busca chamar a atenção das mulheres para a necessidade da realização da mamografia e, consequentemente, do diagnóstico precoce do câncer de mama, que é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo, e o mais comum entre as mulheres.

Serão realizados 25 exames no período da manhã e 25 exames no período da tarde. Houve agendamento prévio para beneficiar os municípios da macrorregião, e o atendimento da demanda espontânea do público alvo de Uberlândia ficou para os dias 8 e 10 de outubro. Para realizar o exame, a mulher de 40 a 69 anos deve levar exames anteriores (caso tenham), cartão SUS e documento de identidade.

Para o superintendente regional de saúde de Uberlândia, Daltro Catani Filho, mobilizar as mulheres para a prevenção do câncer de mama é muito importante. “No mundo, a cada 24 segundos, uma mulher recebe o diagnóstico de câncer de mama, e a cada 68 segundos, uma delas morre. Se a doença é diagnostica no início, a chance de cura é alta, por isso é imprescindível que as mulheres façam a prevenção”, completou.

“As mulheres uberlandenses de 40 a 69 anos que comparecem na Praça Sérgio Pacheco hoje e na próxima semana serão agendas para realizarem a mamografia no caminhão móvel e na rede de saúde do município”, ressalta a coordenadora do Programa Saúde da Mulher da Secretaria Municipal de Saúde de Uberlândia, Bárbara Cunha Mello Lazarini Antonioli, garantindo assim o acesso do público alvo ao exame preventivo.

Todos os anos, Geny Barbosa Duval de 67 anos faz mamografia. “Fiquei sabendo pela televisão sobre o mamógrafo móvel aqui na praça. Para hoje não havia mais vaga, mas já fui agendada para voltar na próxima semana”, comenta a aposentada. Sueli Maria Pereira, moradora de Monte Carmelo, disse que fez a última mamografia há bastante tempo e que a oportunidade de fazer um novo exame veio na hora certa. “A prevenção é muito importante, ainda mais no meu caso, que já tive uma infecção na mama”.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.