terça-feira, 4 de Junho de 2013 09:39h Agencia Minas

Matriz energética diversificada da Cemig atrai investimentos estrangeiros

A possibilidade de exploração de gás natural na Bacia do São Francisco aumenta o interesse de investidores nos papéis da companhia, destaca o Valor Econômico

No final do ano passado, fundo de investimento norte americano aplicou cerca de US$ 10 milhões em ações da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), informa o jornal Valor Econômico.

Na época, a companhia havia perdido cerca de 5% a 10% dos investidores devido ao anúncio, pelo governo federal, das novas regras do setor de energia elétrica no país.

Mesmo com o contexto desfavorável, o fato de ser uma grande empresa, as vantagens oferecidas e, sobretudo, as perspectivas de exploração de gás natural na Bacia do São Francisco pesaram na decisão do fundo estrangeiro de investir na Cemig.

"A oportunidade em gás natural para a Cemig poderá provocar uma mudança na empresa. Isso aconteceu nos EUA", enfatiza o analista do fundo estrangeiro, Joseph Rhame.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.