terça-feira, 10 de Maio de 2011 14:43h Ag?ncia Minas

Média anual de quilômetros pavimentados aumenta 120%

Uma radiografia da malha rodoviária estadual comprova: o Governo de Minas mais que duplicou a média anual de quilômetros pavimentados nos últimos oito anosA informação é do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG).

 

 

 

Segundo os dados do órgão, até o ano de 1958 havia apenas 233 quilômetros pavimentados em Minas Gerais. Após 44 anos, em 2002, o Estado já possuía 14 mil quilômetros de rodovias pavimentadas, o que indica uma produção média anual de 313 quilômetros asfaltados. Mas no período de 2003 a 2010, em apenas oito anos, a malha estadual pavimentada chegou a 19,3 mil quilômetros, o que aponta uma média de 693 quilômetros pavimentados anualmente, e revela um crescimento na produção média anual em mais de 120%.


"Os últimos oito anos significaram o renascimento do setor rodoviário em Minas Gerais. Em 2010, somente com o Proacesso (Programa de Pavimentação de Ligações e Acessos Rodoviários aos Municípios), foram pavimentados mais de mil quilômetros e concluídas as ligações a 42 municípios”, relata o diretor-geral do DER/MG, José Elcio Monteze. Outra comparação que pode ser feita mostra que, nos últimos oito anos, foram pavimentados 39% da malha existente em 2002.

 

 

Desde 2003 foram investidos pelo Governo de Minas, na melhoria da infraestrutura rodoviária, por meio do DER/MG, R$ 6,8 bilhões, que resultaram em 4,6 mil quilômetros de novas rodovias, somente no Proacesso, com a ligação por asfalto a 182 municípios, beneficiando, mais de um milhão de pessoas. Neste período, em outras ações do Departamento, foram pavimentados mais 682 quilômetros de rodovias e mais 161 quilômetros de acessos a parques ecológicos.

 

Em manutenção e recuperação permanente das estradas por meio do Programa de Recuperação e Manutenção Rodoviária do Estado de Minas Gerais (ProMG), foram executadas obras em cerca de cinco mil quilômetros. Somente em 2010 foram 1,2 mil quilômetros recuperados, dentro de uma lógica que busca a melhoria das condições de tráfego a partir da recuperação do pavimento, nova sinalização vertical (placas) e horizontal (faixas). Além disso, de 2003 a 2010 foram recuperados outros 2,2 mil quilômetros de rodovias.

 

 

 

RMBH

 

A Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) também recebeu investimentos significativos. Desde 2003, foram R$ 930 milhões. Como destaque podem ser citadas as obras de implantação da Linha Verde e da reestruturação da avenida Antônio Carlos. A implantação de todas as etapas da Linha Verde, com 35,4 km de extensão, beneficiou 3,5 milhões de pessoas em 100 bairros de Belo Horizonte e em mais 10 municípios do Vetor Norte da capital. Para tanto foram investidos recursos da ordem de R$ 483 milhões, com a construção do Boulevard Arrudas, adequação da avenida Cristiano Machado e duplicação da rodovia MG-010.

 

Iniciativa pioneira


Em continuidade ao trabalho de melhoria das estradas mineiras, em uma iniciativa pioneira, o Governo de Minas firmou, em 2007, a 1ª Parceria Público-Privada do setor rodoviário do Brasil. Por meio da PPP, o Sistema MG-050/BR-265/BR-491, que começa em Juatuba, na RMBH, e termina em São Sebastião do Paraíso, na divisa entre Minas Gerais e São Paulo, é administrado por uma concessionária, que tem a responsabilidade de operação, manutenção, conservação, obras de melhoria e ampliação das rodovias. Os investimentos já chegam a R$ 241 milhões, nos 371,4 quilômetros de extensão.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.