terça-feira, 30 de Junho de 2015 13:52h

Minas Gerais receberá R$ 4,9 milhões para melhoria do atendimento

Ao todo, 68 municípios serão beneficiados com recursos adicionais por cumprirem critérios de qualidade em 74 Centros de Especialidades Odontológicas (CEO)

A população de Minas Gerais será beneficiada com a melhoria do atendimento especializado em saúde bucal. O Ministério da Saúde destinou mais de R$ 4,9 milhões anuais para 74 Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) de 68 cidades do estado. Em todo o Brasil, 673 municípios foram contemplados com mais de R$ 48 milhões por ano para que os estabelecimentos ampliem a qualidade dos serviços oferecidos à população.

O incentivo faz parte das iniciativas de modernização da gestão da saúde que vêm sendo promovidas pelo Governo Federal, com adoção de novos padrões e indicadores de qualidade. A avaliação é composta por três módulos. No primeiro, é verificado se a infraestrutura a manutenção e o uso dos equipamentos, instrumentais e insumos, estão sendo feitos de forma adequada. No segundo, são entrevistados o gerente do CEO e um cirurgião dentista para a obtenção de informações sobre o processo de trabalho, organização do serviço e cuidado aos usuários. No terceiro módulo, é feita uma pesquisa de satisfação com pacientes do Centro, que inclui perguntas quanto ao acesso e qualidade do atendimento.

A lista das cidades que vão receber os recursos adicionais, que se somam ao valor de custeio já pago a esses estabelecimentos, foi publicada na portaria 677/2015, que homologa a certificação dos CEO no Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade dos Centros de Especialidades Odontológicas (PMAQ-CEO). Para o coordenador Nacional de Saúde Bucal, Gilberto Pucca, esse processo de certificação é um grande avanço para um país que só foi ter política pública de saúde bucal após a criação do programa Brasil Sorridente, em 2004.

“Antes, quem precisasse de atendimento especializado tinha que procurar a iniciativa privada. Agora, além de termos saído de zero para 1.037 CEO em onze anos, estamos avaliando a qualidade dos serviços oferecidos à população, premiando com mais recursos os estabelecimentos que se destacam”, afirma Pucca.

MONITORAMENTO – Os 981 Centros de Especialidades Odontológicas que estavam em funcionamento em todo o país entre fevereiro e março de 2013 tiveram oportunidade de aderir ao PMAQ CEO de forma voluntária. Desses, 859 CEO aderiram ao programa, comprometendo-se a cumprir os critérios de qualidade pactuados, e passaram a receber um adicional de 20% no custeio mensal. Após a etapa de avaliação externa, os CEO certificados podem perder os 20% a mais de incentivo do PMAQ-CEO, manter os 20%, ou ampliar para 60% ou 100% adicionais, de acordo com o desempenho e cumprimento dos requisitos pactuados.

 

Municípios beneficiados:

UF

MUNICÍPIO

MG

ÁGUAS FORMOSAS

MG

ALÉM PARAÍBA

MG

ARAXÁ

MG

BELO HORIZONTE

MG

BETIM

MG

BRASÍLIA DE MINAS

MG

BRUMADINHO

MG

BURITIZEIRO

MG

CAMPO BELO

MG

CARATINGA

MG

CATAGUASES

MG

CONSELHEIRO LAFAIETE

MG

CORAÇÃO DE JESUS

MG

CORONEL FABRICIANO

MG

DIAMANTINA

MG

ESMERALDAS

MG

FRUTAL

MG

GOVERNADOR VALADARES

MG

GRÃO MOGOL

MG

IBIRITÉ

MG

IPATINGA

MG

ITABIRA

MG

ITABIRITO

MG

ITACARAMBI

MG

ITAMONTE

MG

ITANHANDU

MG

ITAÚNA

MG

JEQUITINHONHA

MG

JUIZ DE FORA

MG

LAVRAS

MG

LEOPOLDINA

MG

MINAS NOVAS

MG

MONTE AZUL

MG

MONTES CLAROS

MG

MURIAÉ

MG

NOVA LIMA

MG

NOVA SERRANA

MG

OLIVEIRA

MG

PASSOS

MG

PATOS DE MINAS

MG

PATROCÍNIO

MG

PATROCÍNIO DO MURIAÉ

MG

PEDRO LEOPOLDO

MG

PIUMHI

MG

POÇOS DE CALDAS

MG

PONTE NOVA

MG

RIBEIRÃO DAS NEVES

MG

RIO PARDO DE MINAS

MG

SABARÁ

MG

SACRAMENTO

MG

SALINAS

MG

SANTANA DO PARAÍSO

MG

SÃO JOÃO DO PARAÍSO

MG

SÃO LOURENÇO

MG

SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO

MG

SETE LAGOAS

MG

TAIOBEIRAS

MG

TEÓFILO OTONI

MG

TIMÓTEO

MG

TRÊS CORAÇÕES

MG

TRÊS PONTAS

MG

TUPACIGUARA

MG

UBÁ

MG

UBERABA

MG

UBERLÂNDIA

MG

VARGINHA

MG

VÁRZEA DA PALMA

MG

VESPASIANO

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.