terça-feira, 2 de Fevereiro de 2016 12:42h

Minas Gerais terá R$ 1 bilhão para custeio antecipado da produção agrícola

Recursos do Banco do Brasil beneficiam principalmente os médios produtores. A Emater-MG auxilia no acesso ao crédito

Os produtores rurais mineiros contam a partir desta terça-feira (02/02) com R$ 1 bilhão para custeio antecipado da produção agrícola. O anúncio beneficia principalmente os médios produtores e  foi feito pelo Banco do Brasil, em Belo Horizonte, durante uma reunião com representantes da Secretaria de Estado de Agricultura, Emater-MG e Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais.

Os recursos são para a safra 2016/2017 e têm origem em captações próprias da Poupança Rural e de depósitos à vista. O crédito de custeio visa, principalmente, a aquisição de sementes, fertilizantes e defensivos com o objetivo de produzir reflexos positivos na cadeia produtiva para as culturas de cana-de-açúcar, milho, soja, laranja, café, arroz e algodão.

De acordo com o superintendente Estadual do Banco do Brasil em Minas Gerais, Reinaldo Kazufumi Yokoyama, o programa está disponível aos médios produtores por meio do Programa Nacional de Apoio aos Médios Produtores Rurais (Pronamp) com taxas de 7,75% a.a, até o teto de R$ 710 mil. Os demais produtores rurais acessam o crédito com encargos de 8,75% a.a, com teto de até R$ 1,2 milhão por beneficiário. O anúncio não contempla os agricultores familiares, pois estes já contam com os recursos do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar).

“É uma iniciativa valiosa e precisamos fazer um esforço para colocar o crédito no campo. A antecipação de custeio permite aos produtores planejar melhor a próxima safra”, destaca diretor técnico da Emater-MG, João d'Angelis.

Os produtores rurais contam com o auxílio Emater-MG que oferece todo o suporte como, por exemplo, elaboração de projeto técnico necessário para a liberação dos recursos. A liberação do crédito de pré-custeio vai até 60 dias antes do início do período de plantio.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.