quinta-feira, 20 de Setembro de 2012 13:07h Gazeta do Oeste

Minas Gerais une forças a favor dos municípios

As reduções de Impostos para Produtos Industrializados e a restituição do Imposto de Renda, recorde nesse ano, atingiram diretamente as receitas dos municípios mineiros. Essa constante desoneração atrapalhou os gestores municipais de Minas Gerais a cumprir suas obrigações nos últimos meses.

 

Com as constantes quedas nas receitas dos municípios nos últimos meses, a Associação Mineira de Municípios – AMM participou de uma reunião, no dia 5 de setembro, onde os líderes municipalistas de todo Brasil se mobilizaram para discutir junto ao Governo Federal, representado pela Ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti
Porém, sem aviso prévio e nem um tipo de explicação, o Governo cancelou a reunião demonstrando falta de sensibilidade com os municípios. Essa decisão da Ministra causou descontentamento aos líderes municipalistas do Brasil, devido à situação que vem se tornando insustentável para as cidades.

 

O Presidente da AMM, Prefeito de São Gonçalo do Pará e Vice-Presidente da CNM, Ângelo Roncalli, avalia o quadro atual dos municípios que é delicado e precisa ser debatido com a União. "Hoje o congresso aprova leis que oneram as receitas municipais, nossas obrigações estão aumentando a cada dia e os recursos estão ficando cada dia mais escassos. O Governo Federal estabelece algumas decisões para aquecer a economia do país, mas quem está pagando são os municípios, isso não pode continuar, desta forma não vamos conseguir pagar nossas contas. É preciso que o Governo faça algo rapidamente a favor dos municípios, desta forma os gestores públicos municipais não vão aguentar" analisa.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.