sábado, 8 de Janeiro de 2011 00:00h

Minas tem quatro rios com qualidade ruim, diz estudo

Estudo testou a qualidade das águas de 43 rios pelo Brasil.
Projeto percorreu 12 estados mais o Distrito Federal.
Do G1 MG

Um estudo divulgado nesta sexta-feira (7) pela Fundação SOS Mata Atlântica aponta que dos seis rios avaliados em Minas Gerais, quatro estão em situação ruim e dois apresentam qualidade regular. O Ribeirão Arrudas em Belo Horizonte foi um dos considerados ruins pelo estudo. O projeto percorreu no ano passado 12 estados brasileiros mais o Distrito Federal com o objetivo checar a qualidade dos rios, córregos, lagos e outros corpos d’água para alertar a população sobre a real situação do local onde vive.

O projeto avaliou a qualidade de 43 rios. Destes, 70% ficaram dentro do nível regular, 25% no ruim e 5% no péssimo. Nenhum rio conseguiu alcançar o nível bom ou ótimo.

Para realizar a análise, foi utilizado um kit de monitoramento desenvolvido pelo Programa Rede das Águas da própria fundação. O kit classifica a qualidade das águas em cinco níveis de pontuação: péssimo (de 14 a 20 pontos), ruim (de 21 a 26 pontos), regular (de 27 a 35 pontos), bom (de 36 a 40 pontos) e ótimo (acima de 40 pontos).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.